Outros Temas

Neto do “Rei do Gado”: sua história e da mulher que também morreu

O império de Braulino Maia começou a ser construído através de seu pai, Lico Maia


Foto: DivulgaçãoBraulino Maia, o Rei do Gado e Ana Paula
Braulino Maia, o Rei do Gado e Ana Paula

Garon Maia Filho, que morreu em um acidente de avião no último sábado (29), era neto de Braulino Maia, pecuarista conhecido como o “Rei do Gado”. A família possuía mais de 50 fazendas espalhadas pelo Brasil, que comportam aproximadamente 40 mil cabeças de gado.

O império de Braulino Maia começou a ser construído através de seu pai, Lico Maia, que arrendava terras e comercializava gado soltando-os na estrada em Araçatuba.

O “Rei do Gado” expandiu os negócios e tornou-se uma figura de destaque no ramo da pecuária, com sua impressionante rede de fazendas. Braulino morreu em 2019, deixando o império para a sua família.

Garon Maia e seu filho, Francisco Veronezi Maia, de 12 anos, morreram em um acidente aéreo em uma área de mata na região de Vilhena, em Rondônia.

Veja aqui: Vídeo: Pai e filho morrem em acidente de avião em Rondônia

Pouco mais de três dias após perder o marido e o enteado em um acidente aéreo, Ana Paula Pridonik, de 27 anos, morreu, nesta terça-feira (1º/8), na Santa Casa de Campo Grande (MS). Ela chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

Veja aqui: Morre esposa de piloto falecido em tragédia aérea com o filho

Ana Paula Pridonik era engenheira civil, natural de Colorado do Oeste, cidade a 755 quilômetros de Porto Velho (RO). Por meio das redes sociais, a mulher compartilhava a vida ao lado do pecuarista. Os dois estavam juntos desde março de 2020.

A mulher não deixou filhos. Em registros publicados no Instagram, os momentos em família eram compartilhados com o marido e dois enteados, um deles Francisco Veronezi Maia, de 11 anos, que morreu no acidente aéreo.

Grande parte dos registros são da família em viagens. No início de janeiro, a Ana Paula, o marido e os enteados se divertiam nas Bahamas. No final do mesmo mês, os três estavam na Flórida, nos Estados Unidos. Além das viagens, por meio das redes sociais, a mulher compartilhava a rotina em família.

De acordo com informações da polícia, Ana Paula foi encontrada ferida no quarto do casal em um condomínio no bairro Antônio Vendas. Ela tinha ao lado uma arma registrada em nome do marido.

Em postagem, antes de falecer, ela lamentou a morte do marido e do enteado. “Onde o Senhor estava, meu Deus? Por que não protegeu meus meninos?”, questionou. “Eu deveria ter ido junto quando você me chamou, meu amor. Não vou conseguir ficar aqui sem você, meu companheiro”.

  

Deixe sua opinião: