Wellington anuncia chegada de mais vacinas no Piauí; doses chegam nesta segunda-feira

Com esses imunizantes o estado dará início a vacinação do grupo de comorbidades, gestantes e puérperas

Foto: Cidade VerdeGovernador Wellington Dias
Governador Wellington Dias

O governador Wellington Dias anunciou, através de suas redes sociais, a chegada de mais doses de acinas contra a Covid-19 no estado nesta segunda-feira (3/5).

As doses são das vacinas AstraZeneca e Pfizer. Serão 91.000 doses da AstraZeneca e 5.850 doses da Pfizer, que irão dar continuidade a vacinação dos piauienses. Com esses imunizantes o estado dará início a vacinação do grupo de comorbidades, gestantes e puérperas.

"A Secretaria de Estado da Saúde já se preparou para o armazenamento das vacinas da Pfizer, contando com seis frezzers, que suportam a temperatura estabelecida pelo fabricante", explica o secretário de estado da Saúde, Florentino Neto.

Nesta 16ª remessa, as doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz serão disponibilizadas para 13.6% do grupo de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e as pessoas com deficiências permanentes (54.912 doses). Os imunizantes também serão destinados a 21% dos idosos de 60 a 64 anos (26.980 doses). 

"Como já fizemos a distribuição de 100% do grupo de pessoas de 60 a 64 anos, após aprovação da utilização de nossa reserva técnica em colegiado, esses imunizantes que chegarão nesta remessa nos ajudarão a reforçar este novo grupo que iniciará, de gestantes e pessoas com comorbidades. Com relação aos deficientes, já iniciamos a vacinação deste grupo há pouco mais de um mês", afirma o secretário Florentino Neto.

Os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, nesta primeira fase de vacinação de comorbidades, e que serão adotados pelo Piauí, determinam a vacinação proporcional, de acordo com as doses disponibilizadas dos seguintes grupos:

- Pessoas com Síndrome de Down, independente da idade (18 a 59 anos);

- Gestantes e puérperas com comorbidades, independente da idade (18 a 59 anos); 

- Pessoas com comorbidades, de 55 a 59 anos;

- Pessoas com deficiências permanentes, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.

"A orientação do Ministério da Saúde é seguir esta sequência de grupo. Estão inclusos também pacientes renais, em terapia de substituição (diálise), porém o Piauí já entregou as doses aos municípios para a vacinação deste grupo em uma outra etapa", destaca o superintendente.

O intervalo entre a primeira e segunda dose da Pfizer é de 21 dias. 

Veja o anúncio do governador: