Pensar Piauí

Vídeo: humorista comenta traição e é morto com 12 tiros em MG

Ele era dono de farmácia

Foto: DivulgaçãoTiago Rodrigues de Oliveira Brito
Tiago Rodrigues de Oliveira Brito

Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que o humorista e dono da farmácia Vale Mais Farma, Tiago Rodrigues de Oliveira Brito foi morto a tiros, na terça-feira (15/8), em Ipatinga, Vale do Rio Doce, no próprio local de trabalho.

A suspeita inicial é de que o crime foi motivado por stories na página pessoal de Thiago sobre um caso de traição na região acontecida com o homem que cometeu o crime. Conforme a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), nenhum dos dois envolvidos têm passagens pela justiça.

Com investigações ainda em andamento, as informações preliminares da Polícia Militar apontam que o suspeito chegou no local em um Corolla prata.

Nas imagens de câmera de segurança, divulgadas nesta quarta-feira (16/8), é possível ver Brito entrando no estabelecimento e, logo em seguida, um homem de camisa branca vem atrás dele.

O atirador saca a arma e vai para cima do comerciante, que reage, mas é alvejado. Ao todo, o empresário teria levado 12 tiros.

O suspeito já foi identificado e a polícia atua em sua localização. Uma das hipóteses a ser apurada é a de que o suspeito, morador do bairro Bom Jardim, chegou a comentar sobre o vídeo antes do caso, para testemunhas. 

Tiago Brito gerenciava sua unidade com a estratégia de marketing de sketches e piadas. Postagens no seu Instagram contam com comentários de conhecidos lamentando a morte, em vídeos onde ele brinca com o nome de remédios, dia das mães e interage com clientes. No quadro “Notícias do Britinho”, em seu stories, ele postava fofocas da região. Em ao menos 3 vídeos no stories, o caso de traição foi mencionado.