Professora da UFPI morre vítima de infarto em Teresina

A UFPI e o Coren-PI emitiram notas de pesar lamentando o falecimento precoce da professora

 
Foto: DivulgaçãoBenevina Nunes
Dra. Benevina Nunes

 

A professora Dr. Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), morreu nesse domingo (11) após sofrer um infarto no Hospital de Terapia intensiva (HTI), localizado no bairro Piçarra, zona sul de Teresina.

Benevina Maria era professora efetiva da Gradução em Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI, além de coordenadora do grupo de pesquisa em Educação e História em Enfermagem e Saúde.

A UFPI emitiu uma nota de pesar lamentando o falecimento precoce da professora e desejou força aos familiares e amigos. “A administração superior e a comunidade acadêmica manifestam solidariedade com toda a família e amigos”, diz um trecho da nota.

Confira a nota de pesar na íntegra:

A Universidade Federal do Piauí, por meio do Departamento do Curso de Graduação e da Pós-Graduação em Enfermagem, comunica e lamenta profundamente o falecimento da Profa. Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes, ocorrido no dia 11 de julho.

Benevina Nunes era professora efetiva da Graduação em Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI. Além de Coordenadora do grupo de pesquisa em Educação e História em Enfermagem e Saúde, e membro do grupo de pesquisa em História da Enfermagem nas Instituições Brasileiras do Século XX, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

A administração superior e a comunidade acadêmica manifestam solidariedade com toda a família e amigos.

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) também lamentou a morte da profissional e prestou condolências aos amigos e familiares.

"Com profundo pesar, recebemos a notícia do falecimento da professora Dra. Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes. Neste momento de dor, desejamos forças aos seus amigos e familiares. O Coren-PI agradece a dedicação e contribuição da profissional para o desenvolvimento da enfermagem no estado", diz a nota.

Foto: UFPIDr. Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes
Dr. Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes