Piauí: Prova de vida de aposentados e pensionistas do estado passa a ser realizada por aplicativo

O aplicativo “Meu RPPS” pode ser baixado na loja de aplicativos do celular

Foto: ReproduçãoApp Meu RPPS
App Meu RPPS

Aposentados, militares de reserva e pensionistas estaduais vão realizar a prova de vida de forma digital no Piauí a partir do dia 1º, ontem. O aplicativo “Meu RPPS” pode ser baixado na loja de aplicativos do celular. Hoje, a PiauíPrev paga cerca de R$ 178 milhões em 44 mil benefícios, sendo 34 mil aposentados e dez mil pensionistas.

Caso o usuário não consiga fazer a prova de vida pelo aplicativo, ele poderá entrar em contato com a PiauíPrev pelo número do WhatsApp (86)9 9498-8195 ou enviar um e-mail para [email protected]. A não realização da comprovação de vida implicará na suspensão do benefício.

A prova de vida será feita seguindo um cronograma. Para os beneficiários que fazem aniversário nos meses de janeiro a abril, a prova de vida será realizada no período de 1º a 31 de julho. Os que aniversariam de maio a agosto, deverão fazer o procedimento de 1º a 31 de agosto. Já os aniversariantes de setembro a dezembro, precisam comprovar a vida de 1º a 30 de setembro.

Nesta primeira etapa, precisam fazer a prova de vida os inativos e pensionistas ligados ao Poder Executivo e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Os que recebem benefícios através da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça e Ministério Públicos poderão fazer o procedimento em novembro, após regulamentação por meio dos seus órgãos.

Assim como acontece com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em nível nacional, no Piauí, a prova de vida é um procedimento anual e obrigatório. É por meio dele que o Estado sabe se o inativo ou pensionista está vivo, já que estes beneficiários, justamente por não estarem em atividade, não possuem contato rotineiro com a Secretaria da Administração Estadual, órgão responsável pela gestão dos servidores ativos.

“A prova de vida evita que alguém, após a morte do aposentado ou pensionista, fique recebendo o benefício no lugar deste, causando custos ao erário por meio de uma fraude, já que o benefício é pessoal e intransferível”, afirma o presidente da PiauíPrev, Ricardo Pontes.

App Meu RPPS 

Após instalar o aplicativo “Meu RPPS” e selecionar o estado do Piauí, o segurado deverá cadastrar-se e criar uma senha de acesso, informando alguns dados preliminares a fim de garantir a segurança.

A partir disso, o beneficiário deverá acessar o menu referente à prova de vida, na tela inicial, e seguir os passos solicitados: enviar fotografia de um documento de identidade oficial (frente e verso), registrar uma captura de movimento através da câmera do celular e, por fim, tirar um autorretrato (selfie) e enviar.

A comprovação digital será realizada por meio da validação da biometria facial, devendo o beneficiário acompanhar o resultado por meio do próprio aplicativo.

Em apenas cinco minutos, o usuário consegue fazer os procedimentos e concluir a prova de vida. O aplicativo é capaz de processar a prova de vida em até trinta minutos, quando o segurado poderá consultar o resultado no mesmo menu. Nos casos em que não houver confirmação automática, poderá demorar um pouco mais o retorno.