Família chama "uber" para ir ao supermercado e o pai é morto com tiro na cabeça

O fato aconteceu na Vila Irmã Dulce em Teresina

Foto: ReproduçãoLumerci Bastos de Oliveira
Lumerci Bastos de Oliveira

meionorte.com - Lumerci Bastos de Oliveira, de 51 anos, que era pedreiro profissional, morreu na noite de segunda-feira (13) no momento em que saía de casa para fazer compras com a esposa e a filha na Rua Teclado, Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina. 

De acordo com informações de familiares, a vítima pediu um motorista de aplicativo para ir ao supermercado junto com a família. O motorista chegou no local, eles entraram no veículo e assim que o condutor realizou o retorno, um tiro foi disparado. A vítima estava no banco de trás no carro modelo Palio e o tiro atingiu a sua cabeça.

“Eles já estavam no carro quando o motorista retornou e escutou um barulho e o vidro quebrando. Eles pensavam que tinha sido uma pedra que tinha pegado no vidro, aí quando a esposa dele viu, ele já estava baixando a cabeça e pediu para o motorista levar ele para o hospital. Quando chegaram no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ele já estava sem vida”, informou um parente da família. 

A família está revoltada com a situação e cita que a disputa de gangues na região pode ter ocasionado o disparo. “Eles devem ter confundido o carro, o motorista estava com todos os vidros fechados, ali na região eram todos conhecidos. A gente lamenta muito”, disse.