DJ Ivis é preso no Ceará, anuncia Camilo Santana

A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela Polícia Civil

Foto: BandPrisão de Dj Ivis
Prisão de Dj Ivis

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou hoje no Twitter a prisão preventiva do DJ Ivis, investigado por lesão corporal após agredir a mulher, Pamella Holanda.


 

Pamella Holanda denunciou a agressão no dia 3 de julho na delegacia da cidade de Eusébio, região metropolitana de Fortaleza, Ceará. No último domingo (11), ela compartilhou no Instagram os vídeos em que aparece sendo agredida com tapas, socos e chutes pelo marido.

Na segunda-feira (12), ela prestou depoimento à polícia, que também já ouviu o motorista do DJ Ivis e a empregada doméstica do artista.

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — a Central de Atendimento à Mulher, que funciona em todo o país e no exterior, 24 horas por dia. A ligação é gratuita. O serviço recebe denúncias, dá orientação de especialistas e faz encaminhamento para serviços de proteção e auxílio psicológico.

A denúncia também pode ser feita pelo Disque 100, que apura violações aos direitos humanos. Há ainda o aplicativo Direitos Humanos Brasil e a página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Vítimas de violência doméstica podem fazer a denúncia em até seis meses.

Caso esteja se sentindo em risco, a vítima pode solicitar uma medida protetiva de urgência.