Carlos Monteiro - um andarilho da comunicação

Carlos Monteiro - um andarilho da comunicação

Foto: google imagemCarlos Monteiro
Carlos Monteiro

Por Oscar de Barros 

A nacionalidade dele é brasileira, mas com convicção, não posso afirmar sua naturalidade.

Ele nasceu em Caxias, no Maranhão, mas bem jovem já estava em Teresina, Piauí, daqui foi para São Paulo. No estado bandeirante, andou por algumas cidades. Atualmente habita as terras amazonenses na cidade dos bois Garantido e Caprichoso – Parintins.

Se ele é um andarilho entre cidades, o mesmo não se pode falar de sua fé profissional. Antigamente Carlos Jorge, hoje, Carlos Monteiro, é um comunicador nato.   

Ele começou (1987) na antiga TV Timon, por 5 anos foi profissional da TV Antena 10, prestou serviços à TV Clube e atuou na equipe de campanha do prefeito Wall Ferraz em 1992.

Foto: google imagemCarlos inicou sua profissão no Piaui
Carlos inicou sua profissão no Piaui

Dos profissionais de comunicação do Piauí que atuaram com Carlos Monteiro, ele citou o próprio autor deste texto, Manoel Eduardo, Cintia Lages, Ionio Silva  Jacqueline Dourado, Amadeu Campos, Nadja Rodrigues, William Tito, Donizeti Adauto, Carlos Moraes, Elvira Raulino, Mauro Junior, Aristides Araújo, Djama Lemos, Graça Batista, entre tantos outros.

Carlos Monteiro conseguiu conciliar a vida acadêmica com a prática da profissão.

Nos bastidores das empresas atuou nas áreas de criação, produção e direção de programas; jornalismo, repórter, documentarista. Prestação de serviços para diversas emissoras de TV (Globo, Manchete, SBT, Band, Record e CNU de São Paulo), produtoras de vídeo e agências de publicidade e propaganda. Como diretor de TV atuou na TV São Paulo Centro (Band) e TV Globo Oeste Paulista, TV Antena 10 (quando era afiliada da Manchete), Televídeo (TV Clube) e TV Timon (SBT). Projetou e implantou a TV Câmara de Bauru, SP e foi diretor e servidor concursado da mesma.

Foto: Manoel EduardoCarlos nos tempos da TV Antena 10
Carlos nos tempos da TV Antena 10

Como professor lecionou na UNESP - Universidade Estadual Paulista, na Escola de Comunicação da USCS - Universidade Municipal de São Caetano do Sul, na Escola de Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo, na Universidade Cruzeiro do Sul, na Faculdade Editora Nacional, na Universidade Bandeirante de São Paulo. Professor convidado nas Universidades Braz Cubas (Mogi das Cruzes, SP), Bandeirante de São Paulo e FAESA - Vitória, ES (Comunicação Televisiva). Integrante da equipe de implantação e assessor da direção da Faculdade do Povo (SP). Atualmente é professor da UFAM - Universidade Federal do Amazonas campus Parintins.

Carlos Monteiro é mestre em Processos Comunicacionais e doutor em Inovações Tecnológicas na Comunicação Contemporânea, este último pela Universidade Metodista de São Bernardo do Campo.

Na UFAM, Carlos Monteiro orientou o TCC do aluno José Brilhante, que rendeu um livro sobre o futebol de Parintins.

Foto: Carlos MonteiroCarlos foi orientador do autor do livro
Carlos foi orientador do autor do livro

Lançado recentemente, o livro Futebol Parintinense: do sucesso ao fracasso conta em narrativas, diálogos e  citações, o que foi o futebol na cidade de Parintins,  no coração da floresta amazônica. 

Mostra, desde de suas glórias até o total abandono.

O livro foi constituído por meio de documentos, matérias jornalísticas, histórias e relatos de ex-jogadores, técnicos, incentivadores, jornalistas esportivos e torcedores fanáticos.

A história da modalidade é adicionado no primeiro capítulo, como forma de introdução para entender o Brasil como o país do futebol, até chegar no ponto principal, que é o esporte em Parintins.

A obra, faz uma breve rememoração da Parintins do passado. Lembra que Mané Garrincha foi à ilha tupinambarana e, também, Botafogo e Flamengo do Rio de Janeiro.

Mostra comportamentos dos atletas, fatos pitorescos envolvendo torcedores, como eram pagos, influência da imprensa, competições e consequências que levaram a degradação do futebol em uma cidade no interior do Amazonas.

Foto: Carlos MonteiroRevista do Boi Caprichoso
Revista do Boi Caprichoso
Foto: Carlos MonteiroTambém aí a participação de Carlos Monteiro
Também aí a participação de Carlos Monteiro