Internacional

Vídeo: Terremoto de magnitude 6,8 atinge o Marrocos e deixa dezenas de mortos

Epicentro do fenômeno natural ocorreu a uma profundidade de 18,5 km, a cerca de 72 km a nordeste de Marrakesh


Foto: Reprodução/G1Segundo informações da agência de notícias Reuters, um oficial do país declarou que há dezenas de mortos em áreas de difícil acesso ao sul de Marrakesh.
Segundo informações da agência de notícias Reuters, um oficial do país declarou que há dezenas de mortos em áreas de difícil acesso ao sul de Marrakesh.

 

Um forte terremoto de magnitude 6,8 atingiu o centro do Marrocos na noite desta sexta-feira (8), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, causando pânico entre os residentes e turistas em Marrakesh.

Segundo uma autoridade do país, dezenas de pessoas morreram na ocasião, principalmente em áreas de difícil acesso em Marrakesh.

O epicentro do terremoto ocorreu a uma profundidade de 18,5 km, a cerca de 72 km a nordeste de Marrakesh, pouco depois das 23h, no horário local (19h de Brasília), de acordo com o serviço.

Veja vídeos:


“Terremotos deste tamanho na região são incomuns, mas não inesperados. Desde 1900, não houve terremotos M6 (de magnitude 6) e maiores num raio de 500 km deste terremoto, e apenas nove terremotos M5 (magnitude 5) e maiores”, disse o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

O órgão norte-americano previu que “danos significativos são prováveis ​​e o desastre é potencialmente generalizado”, observando que muitas pessoas na área residem em estruturas que são “altamente vulneráveis ​​a tremores de terra”.

A televisão estatal Al-Aoula mostrou neste sábado (9), em horário local, vários edifícios desabados perto do epicentro.

Em Marrakech, algumas casas na densamente povoada cidade velha desabaram, com as pessoas transporando os escombros manualmente enquanto esperavam por equipamento pesado, disse o residente local Id Waaziz Hassan à agência de notícias Reuters.

O morador de Marrakesh, Brahim Himmi, disse que viu ambulâncias saindo da cidade e que muitas fachadas de edifícios foram danificadas. Ele explicou que muitas pessoas estavam assustadas e ficariam do lado de fora para o caso de outro terremoto.


Com informações da Reuters e da CNN

Deixe sua opinião: