Saúde

"Regulação é o corredor da morte", diz Carlos Rodrigues

O diretor do Sintsprevs comenta sobre uma paciente que está internada há 11 dias e precisa ser encaminhada para Teresina


Foto: ReproduçãoHospital Regional Tibério Nunes, em Floriano
Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano

De acordo com o portal jc24horas, Mayanne Alvarenga fez uma denúncia sobre a situação pela qual sua família está passando. Ela relatou durante uma entrevista que a sua tia, Gardênia Alvarenga, encontra-se internada na UTI do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, há 11 dias, com suspeita de aneurisma. A paciente precisa com urgência ser regulada para Teresina, mas até o momento permanece no município. 

Segundo Mayanne, o exame para diagnosticar a doença só é feito em Teresina, por isso a necessidade do deslocamento de sua tia. "Que transferência é essa que tem demorado?", indaga a mulher.


A paciente foi intubada e tem febre. Mayanne relata ainda que o hospital está deixando a desejar no que se refere a atualização do boletim médico, de maneira que só acontece a atualização quando alguém da família procura o setor. "Eu falo não é supondo, nem imaginando, eu tenho aqui todo o histórico de regulação dela", relatou.  

O jc24horas entrou em contato com o diretor clínico do HRTN, que informou que por telefone irá conversar com a família de dona Gardênia nesta terça-feira (3) e explicar o que está acontecendo com a paciente.

O pensarpiauí conversou sobre o assunto com o diretor do Sintsprevs-Sindicato dos Trabalhadores Fed Saúde Prev Social do Piauí, Carlos Rodrigues. 

Confira fala de Carlos Rodrigues sobre o assunto: 
Foto: ReproduçãoCarlos Rodrigues, diretor do Sintsprevs PI
Carlos Rodrigues, diretor do Sintsprevs PI

Deixe sua opinião: