Internacional

"Que Benjamin Netanyahu queime no inferno!", diz deputado irlandes

O deputado Thomas Gould chorou em seu discurso


Foto: Montagem pensarpiauiBenjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu


Durante uma sessão do ‘Dáil Éireann‘, o Parlamento da Irlanda, o deputado Thomas Gould chorou em seu discurso ao se lembrar das últimas imagens dos ataques realizados pelos israelenses à cidade de Rafah, na Faixa de Gaza, onde disse ter visto uma impressionante cena de uma “criança sem cabeça” e de vários palestinos em chamas.

O parlamentar desejou “que Benjamin Netanyahu queime no inferno da mesma forma que as crianças e suas famílias queimaram” no abrigo de deslocados, no enclave.

As declarações de Gould ocorreram na mesma esteira em que a Irlanda, a Espanha e a Noruega reconheceram oficialmente o Estado da Palestina após os países condenarem o contínuo bombardeamento de Gaza, onde milhares de civis foram mortos.

O primeiro-ministro irlandês Simon Harris disse que a decisão é para manter viva a esperança de uma solução de dois Estados ao mesmo tempo em que se reiteram os apelos para que seu homólogo israelense “ouça o mundo“. 

Deixe sua opinião: