Vacinação é suspensa em Porto-PI após homem tentar agredir profissionais de saúde

Cidade ampliou vacinação para pessoas a partir de 18 anos, sem comorbidades, e houve confusão no momento da entrega de senhas no local de aplicação

Foto: G1 PiauíHomem tenta agredir profissionais de saúde em Porto, no Piauí
Homem tenta agredir profissionais de saúde em Porto, no Piauí

G1 PI- A vacinação contra a Covid-19 foi suspensa nesta quinta-feira (1º) na cidade de Porto, que fica a 160 km de Teresina, após confusão no momento da entrega de senhas à população. Segundo o secretário de saúde Murilo Sotero, a polícia foi acionada pela secretaria depois que um homem tentou agredir profissionais de saúde.

O secretário contou ao G1 que a cidade ampliou a vacinação para população em geral com idade a partir dos 18 anos, já que na etapa anterior - a partir dos 40 anos - houve baixa procura. Nesta quinta, com a ampliação, a procura foi maior e o local de aplicação teve grande concentração de pessoas.

No momento da distribuição das senhas, houve tumulto e tentativa de agressão por parte de um homem contra as profissionais de saúde que fariam a aplicação das doses.

"Tivemos então que acionar a polícia e suspender a vacinação por hoje, para evitar problemas. Uma pessoa se exaltou porque havia tentativa de furar fila, acabou tentando agredir profissionais e quebrou uma mesa", disse.

Segundo o sargento Luiz, da Polícia Militar da cidade, o homem foi identificado, mas deixou o local antes da chegada da polícia. A mãe do homem se apresentou aos policiais e assumiu a responsabilidade sobre os custos do material danificado. As vacinas ainda não tinham chegado ao local e não houve dano às doses.

Ainda conforme o secretário, a vacinação amanhã (2) acontecerá com acompanhamento da polícia, para evitar novos problemas. A previsão é vacinar 350 pessoas. Até o momento, a cidade já aplicou 4.907 doses, segundo o secretário.

Ele disse ainda que além das doses para o público em geral, há vacinas reservadas aos públicos prioritários: grávidas e puérperas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e pessoas com comorbidades, todos com mais de 18 anos.

A cidade possui cerca de 12 mil habitantes e registrou 531 casos e 13 mortes pela Covid-19.