Motorista de aplicativo encontra R$ 15 mil dentro do carro e devolve para passageiro

Passageiro chegou a oferecer pagamento em dinheiro após a devolução, mas motorista recusou

Foto: Redes SociaisMotorista Francisco Lima, 28 anos, do Ceará
Motorista Francisco Lima, 28 anos, do Ceará

O motorista Francisco Lima, 28 anos, realizou uma boa ação na noite desta quinta-feira (18). Após uma corrida, ele achou um pacote com R$ 15 mil no chão do veículo e o devolveu a um empresário que havia esquecido a quantia dentro do seu carro.

Francisco, que também é técnico de informática, relatou que fez uma corrida da Messejana para o Mondubim. Durante o trajeto, ele soube que o passageiro buscaria um dinheiro antes de voltar ao ponto de partida. "Ele desceu do carro às pressas, no telefone, pagou a corrida e desceu", relata.

Em seguida, o motorista foi para casa, já que iria sair com uma amiga para buscar o filho dela. Foi aí que o dinheiro foi encontrado. "Quando minha amiga entrou no carro, ela viu no chão aquele saco", diz. "Quando peguei era uma grande quantia em dinheiro".

Momentos depois, Francisco recebeu uma mensagem do passageiro no aplicativo, reportando o caso e o valor perdido. O motorista guardou o dinheiro e entrou em contato. "Disse a ele que não se preocupasse, que eu já tava indo deixar o dinheiro na casa dele. E foi o que eu fiz"

Entrega do dinheiro

O motorista disse que não teve dúvidas sobre o que fazer após encontrar o pacote.

"Quando eu vi, a única coisa que pensei foi em devolver para o proprietário, pois não era meu e não tinha por que tomar posse daquele dinheiro", afirma. O passageiro usaria a quantia para comprar um carro.

"Quando cheguei lá eu gravei um vídeo, ele gravou também". O motorista afirma que o passageiro chegou a oferecer um pagamento em dinheiro, o qual foi recusado. "Eu disse que não precisava, porque era pertinho da minha casa", destaca, acrescentando que está com dificuldades em razão da pandemia de Covid-19. 

Nascido e crescido na periferia, o motorista ressaltou que "a honestidade vem de berço".

"É isso o que vale, a honestidade da gente", finalizou.

Com informações do Diário do Nordeste