Lucineide Barros: o movimento social precisa se reinventar

Sociedade Civil e Movimentos Sociais no Piauí

Foto: UESPILucineide Barros
Lucineide Barros

Foi lançado hoje o livro Sociedade Civil e Movimentos Sociais no Piauí.  É uma coletânea de artigos sobre os movimentos sociais, sua história, conquistas, problemas e perspectivas. A obra foi organizada pelos professores Masilene Rocha Viana, Francisco Mesquita de Oliveira e Lucineide Barros Medeiros. O pensarpiaui conversou com Lucineide Barros.

Ela reclama que hoje falta quem dê uma organização geral aos diversos movimentos existentes assim como a CUT e a Central de Movimentos Populares fizeram no passado. Segundo ela, com chegada do Partido dos Trabalhadores ao poder houve um relaxamento dos movimentos como quem acha que os problemas acabaram.

O livro, segundo Lucineide, aborda a questão do Controle Social. E ela é taxativa: “A participação popular em conselhos não conseguiu um nível de elaboração satisfatório, mesmo assim, não se pode prescindir da institucionalidade”.

Lucineide afirma que com as mudanças ocorridas no mundo é preciso articular as lutas por um trabalho mais digno com outro conjunto de lutas que é a questão das identidades. Confira a entrevista: