José Dirceu: "Haddad não será candidato em São Paulo e militares estão super privilegiados"

O ex-ministro do Governo Lula e um dos fundadores do PT faz uma profundo analise da conjuntura nacional

Foto: DV ProduçõesEx-Ministro da Casa Civil, José Dirceu
Ex-Ministro da Casa Civil, José Dirceu

O ex-ministro da Casa Civil do Governo Lula, José Dirceu, está em Teresina. Em mais esta oportunidade falou ao pensarpiaui.  Foram muitos os temas abordados por José Dirceu.  Ele deixou claro a necessidade que o país tem de uma reforma tributária, financeira e bancaria e afirmou que vivemos um " ultra liberalismo tardio". Falou sobre sindicatos, concluindo que eles vão voltar às lutas e vão se recompor. Afirmou que poderes são o Executivo e o Legislativo, retirando esse status da Judiciário e afirmando que este precisa de reforma. 

José Dirceu afirmou ainda que o presidente Jair Bolsonaro já produziu condições para o impeachment mas que este só acontece através de uma construção política entre diversos setores da política e da sociedade. 

Para José Dirceu o país precisa hoje de duas frentes: uma ampla, com setores do centro para combater o obscurantismo/bolsonarimso e uma oura, de esquerda, que elabare um programa para disputar as eleições de 2022:

Confira a entrevista na integra: