Fábio Novo passa dos 10 pontos em pesquisa de dezembro

Dentre os pré-candidatos a prefeitos de Teresina, o deputado Fabio Novo é quem tem a menor rejeição

Foto: Google ImagensCandidato do PT, lançado recentemente, já atinge 2 dígitos em pesquisa eleitoral
Candidato do PT, lançado recentemente, já atinge 2 dígitos em pesquisa eleitoral

O Instituto Credibilidade divulgou hoje (23) nova pesquisa, realizada entre os dias 19 e 22 de dezembro, para prefeito de Teresina. No estudo, foram ouvidos 800 eleitores da zona urbana da capital. A margem de erro é de 3,0 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%.

A maior surpresa dessa pesquisa de dezembro foi o fato de o nome do pré-candidato petista, deputado Fábio Novo, ter ultrapassado, pela primeira vez, a casa dos 10 pontos percentuais, nos cenários de pesquisa estimulada.

No cenário 1, Dr. Pessoa lidera com 34,25%, seguido por Fábio Abreu, com 24,00% e Fábio Novo, com 11,12%. Depois aparecem Charles Silveira, com 4,50%, Silas Freire, com 3,62 e Georgiano Neto, com 2,62%. Não Sabe/Não opina somam 13% e Branco/Nulo/Nenhum, 6,88%.

Quando se testa o nome de Sílvio Mendes no lugar de Charles Silveira, os números são os seguintes: Dr. Pessoa, 32,62%, Fábio Abreu 23,88%, Fábio Novo 11,12%, Sílvio Mendes 7,50, Silas Freire 3,50 e Georgiano Neto 2,50. Não Sabe/Não Opina somam 12,50. Branco/Nulo/Nenhum, 6,38.

Com Luciano Nunes como candidato da situação, o cenário é este: Dr. Pessoa 33,75%, Fábio Abreu 23,62%, Fábio Novo 11,38%, Luciano Nunes 5,25%, Silas Freire 3,50% e Georgiano Neto 2,75%. Não Sabe/Não Opina 13,50. Branco/Nulo/Nenhum, 6,25%.

Já com Fernando Said na disputa, como candidato da situação, o quadro é este: Dr. Pessoa 34,75%, Fábio Abreu 24,00%, Fábio Novo 9,62%, Fernando Said 4,88%, Silas Freire 3,38% e Georgiano Neto 2,75%. Não Sabe/Não Opina somam 13,88%. Branco/Nulo/Nenhum, 6,75%.

Já no quinto cenário, com apenas quatro nomes, sem Silas Freire e Georgiano Neto, Dr. Pessoa lidera com 34,75%, seguido por Fábio Abreu, com 24,88%, Fábio Novo, com 11,75% e Charles Silveira, com 5%. Não sabe/Não Opina somam 16,38% e Nenhum/Nulo/Branco, 7,25%.

No sexto cenário, com Sílvio Mendes no lugar de Charles Silveira, os números são: Dr. Pessoa com 33,38%, Fábio Abreu com 24,75%, Fábio Novo com 11,62% e Sílvio Mendes com 7,75%. Não sabe/Não Opina somam 15,50%. Nenhum/Nulo/Branco, com 7,00.

Já com Luciano Nunes como candidato da situação, eis os dados: Dr. Pessoa vai a 34,25%, Fábio Abreu vai a 25,00, Fábio Novo com 11,88% e Luciano Nunes com 5,50%. Não Sabe/Não Opina somam 16,50. Nenhum/Nulo/Branco, 6,88%.

No último cenário, com Fernando Said como candidato pela situação, o cenário é este: Dr. Pessoa fica com 35,50%, Fábio Abreu com 25,00, Fábio Novo com 10,88 e Fernando Said com 3,88%. Não sabe/Não Opina vai a 18,38 e Nenhum/Branco/Nulo, a 6,38%. 

Outro quadro abordado pela pesquisa – e importante para análise – é o que mede a rejeição dos pré-candidatos. Neste, quem mais tem rejeição é Silas Freire, com 17,25%. Depois vem Fernando Said, com 12,62%. Logo atrás, Georgiano Neto, com 7,50%, seguido por Dr. Pessoa, 7,25%, Charles Silveira, 6,12%, Fábio Abreu, com 6,00%, Sílvio Mendes com 5,25%, Luciano Nunes, com 5,00%. A menor rejeição é de Fábio Novo: 4,25%.