Cinegrafista piauiense Renato Muniz morre após batalha contra um câncer

Renato Muniz morreu em casa, no bairro Promorar, ao lado da família

Foto: Redes SociaisRenato Muniz
Renato Muniz

Faleceu, no começo da manhã desta quarta-feira (11), o repórter cinematográfico Renato Muniz, 53 anos, em decorrência de um câncer no cérebro descoberto no ano passado. Renato estava em casa, no bairro Promorar, ao lado da família. O jornalismo do Piauí está de luto.

O padre Rivaldo Muniz contou que o irmão passou por cirurgia para tentar rever o quadro, mas o câncer se espalhou para outra área do cérebro. "Ele faleceu hoje cedo da manhã. Já vinha convalescendo com a questão de um câncer que ele tinha no cérebro. Fez a cirurgia, estava em recuperação, mas depois apareceu na outra parte do cérebro e hoje veio a óbito".

Renato Muniz era cinegrafista da TV Clube, onde atuou por mais de 30 anos. Ele trabalhou também na TV Antares e demais meios de comunicação na capital. "Renato teve uma contribuição na comunicação do nosso estado e na nossa própria família. Era uma referência para nós, muito querido pelos seus amigos e colegas de trabalho. Deixou esse legado para nós", destacou Rivaldo Muniz. Renato Muniz e deixa esposa, três filhos e um neto.

O velório acontece na casa de Renato Muniz, no Promorar, zona Sul de Teresina. O sepultamento está previsto para  às 8h, no cemitério Santa Cruz, no Promorar. 

Com informações do Parlamento Piauí