Candidaturas Trans disputam as eleições de 2020

Foram registradas um total de 158 candidaturas com nomes sociais

Foto: Congresso em FocoBandeira do orgulho Trans
Bandeira do orgulho Trans

Com informações Congresso em Foco

Pela primeira vez, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite que candidatas e candidatos transexuais utilizem o nome social em sua candidatura. As inscrições foram encerradas no último sábado (26), registrando um total de 158 candidaturas com nomes sociais. As campanhas trans estão nos mais diversos partidos, de diferentes espectros políticos - desde os mais à direita, como o PSL, Republicanos e Patriotas, até os mais a esquerda como PT, PCdoB e Psol.

A maior parte das candidaturas são de mulheres transexuais e travestis. Dos candidatos cadastrados com nome social no TSE, 130 se identificam com o gênero feminino e 28 com o gênero masculino. Todas as candidaturas ainda estão sendo avaliadas pelo TSE.

O partido com maior número de registro de candidatos trans é o Partido dos Trabalhadores (PT), com 20 inscrições, seguido do PDT com 12 candidaturas inscritas. Os partidos DEM, PSDB e PP ficaram em torno de dez candidaturas cada um.

A predominância de candidaturas com o nome social está nos estados de São Paulo, com 24,2% dos registros, e Minas Gerais, com 12,7%. Enquanto isso, Tocantins registrou apenas 1,3% das candidaturas. Todos os estados têm pelo menos uma candidatura trans.

Veja a lista completa: