Pensar Piauí

Armada, mãe mata filho autista e tira própria vida no DF

Moradores relataram que um apartamento exalava um cheiro muito forte e, por isso, resolveram acionar a polícia

Foto: VINÍCIUS SCHMIDT/METRÓPOLESArmada, mãe mata filho autista e tira própria vida
Armada, mãe mata filho autista e tira própria vida

Os corpos de mãe e filho foram encontrados dentro de um apartamento no edifício Mondrian Antares, em Águas Claras, na noite da terça-feira (9). A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou a informação.

Os moradores relataram que um apartamento exalava um cheiro muito forte, suspeitaram que poderia ter algum cadáver no local, e acionaram a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Quando invadiram o imóvel, os PMs encontraram o corpo de um homem de 27 anos na sala e outro de uma mulher, de 63, no quarto. Ao lado do corpo dela, havia um revólver.

O rapaz foi identificado como Cléber Baraldi, e a mulher, Milce Maria Alonso Soares. Ela teria atirado e matado o próprio filho, que tinha Transtorno do Espectro Autista (TEA) e, em seguida, disparou a arma contra si.

Busque ajuda! Disque 188

A cada mês, em média, mil pessoas procuram ajuda no Centro de Valorização da Vida (CVV). São 33 casos por dia, ou mais de um por hora. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS