Professor do IFPI/Floriano

André Luiz

Professor do IFPI/Floriano

Meu PT envelheceu, mas que bom que Boulos trouxe de volta o brilho no olhar dos sonhadores

Foto: Blog NÉLula e Boulos
Lula e Boulos

Seria muita petulância minha afirmar que o PT "se acabou", mas seria muita ingenuidade achar que nada mudou, uma coisa é certa, o PT envelheceu. Por outro lado, o saldo positivo para os que sonham com um Brasil mais justo, solidário e com oportunidade para sua gente foi o nascimento de um novo líder, Guilherme Boulos.

Poderia ilustrar as justificativas de que meu PT envelheceu citando inúmeros exemplos, mas para não tornar esse texto longo irei me ater ao Piauí, que pode ser generalizado para quase todo o país.

Aqui, meu PT envelheceu por conta do fisiologismo dos vários candidatos proporcionais que, hora nasceram de desejos de gabinete, hora se entregaram ao fisiologismo de subir em vários palanques.

Meu PT envelheceu por conta do pragmatismo do governador Wellington Dias que, por exemplo, pouco se esforçou para dar consistência à bela candidatura do companheiro Fábio Novo que mostrou ter um projeto viável e decente para nossa capital, mas que usou o peso do governo estadual pra levar os partidos "da base" para a campanha do eleitor do Bolsonaro Dr. Pessoa.

Meu PT envelheceu por que nele n enxergamos mais ninguém capaz de nos fazer brilhar os olhos, de nos fazer sentir firmeza. Meu PT envelheceu porque se acovardou atrás da imagem de nosso eterno presidente Lula, que, pasmem, nos seus quase 80 anos é, hoje, a única saída para um projeto nacional.

Mas por outro lado, nem tudo está perdido. Se até ontem minha geração não tinha a pretensão de vivenciar a consolidação de um líder que nasceu dos movimento sociais, com cheiro do povo, com a linguagem do povo e com a firmeza dos grandes da História como foi o Lula da década de 80, hoje dormimos o sono dos justos certos de que vimos nascer um novo grande líder no Brasil, Guilherme Boulos.

Boulos trouxe de volta o nosso brilho no olhar, nossa vontade de ir pras ruas, de defender os mais humildes e de sonhar com um país melhor. Guilherme, tem um jeito próprio, único, cativante, motivador e agregador. Certamente o resultado de SP foi positivo, pois trouxe de volta nossa esperança e nossa vontade de lutar.

OBS: Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do pensarpiaui.