Piauiense

Oscar de Barros

Piauiense

Haverá necessidade de outras mortes, ou a de Assis nos servirá de lição?

Foto: Manoel EduardoAssis Carvalho fala com exclusividade ao pensarpiaui

Ontem (5) fez um mês que morreu o presidente do PT, deputado federal Assis carvalho.

Assis Carvalho morreu por complicações no coração. Não foi o primeiro infarto, ele já havia tido outros.

Ele sabia que tinha problemas cardíacos e nós, colegas do PT, também o sabíamos.

Assis Carvalho morreu e todos nós do PT choramos.

Nós choramos, mas fomos cuidadosos com Assis Carvalho?

Quando uma pessoa é cadeirante, nós petistas, ajudamos a transpor obstáculos.

Quando uma pessoa não enxerga, nós petistas, ajudamos a atravessar a rua.

Quando uma pessoa não escuta, nós petistas, usamos a linguagem de Libras.

E quando uma pessoa tem hipertensão e/ou um frágil coração, o que, nós petistas fazemos?

Quando tivemos o cuidado com Assis para não aborrecê-lo com o estresse partidário?

Quanto da morte de Assis é responsabilidade nossa?

Lembramos que ele tinha um coração frágil?

Assis morreu e agora choramos sua partida.

Mas o PT continua, e o estresse também.

Haverá necessidade de outras mortes, ou a de Assis nos servirá de lição?

Veja também: 

“O Brasil deve se organizar em torno do voto popular” – Franklin Martins

ÚLTIMAS NOTÍCIAS