Advogado

Luzinaldo Soares

Advogado

Ditadura miliciana e estado policialesco

Foto: GoogleImagem Blog
Imagem Blog

Por Luzinaldo Soares, advogado

Um governo que não aceita o diferente é um governo fascista e autoritário. E pode usar a lei para dar um ar de legitimidade para os seus planos de intolerância. Quem corre risco com isso? Todos. O País pode cair numa aventura autoritária que pode levar a um retrocesso monumental em seu desenvolvimento, a começar pela educação e políticas públicas inclusivas. Aceitar o diferente e as opiniões diversas é uma marca da democracia.

Quando se rompe esse princípio, o da tolerância, não sabemos o que pode acontecer. A história mostra que coisa boa não é. Há uma falácia sendo divulgada pelo governo. A de que o Brasil gasta muito com educação.

O Brasil é um dos países que menos gasta com educação per capita (ou seja, por aluno). É o que indicam todas as estatísticas. Não dá para comparar com o orçamento dos EUA e de outros países do primeiro mundo. O que se pretende com isso? Duas coisas. Uma: reduzir gastos com educação pública, prejudicando a população mais pobre.

Foto: GoogleImagem Blog
Imagem Blog

A outra, justificar uma investigação criminal nas instituições de ensino, para perseguir adversários. Muito claro que caminhamos para um estado policialesco.

OBS: Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do pensarpiaui.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS