Política

Lula não é herdeiro, é trabalhador! O brasileiro com mais títulos de doutor "honoris causa"

A veneração do establishment à origem humilde só é justificável enquanto ela serve para aplacar o incômodo com a injustiça social


Por Pensar História, perfil no twitter 

Luiz Inácio Lula da Silva e Marisa Letícia caminham sobre as capas dos estudantes da Universidade de Coimbra, em meio à cerimônia de outorga do título de doutor "honoris causa", concedido ao ex-presidente pela instituição portuguesa em março de 2011.

Foto: TwitterLula
O título "honoris causa" é o grau honorário de doutor concedido por instituições de ensino superior a pessoas eminentes que se destacaram em uma determinada área por suas ações, virtude ou mérito.
Foto: Ricardo Stucked / TV Cultura

Lula

Lula é brasileiro com mais títulos de doutor "honoris causa". O presidente acumula 36 condecorações — uma a mais do que o pedagogo pernambucano Paulo Freire. A maioria dos títulos foram concedidos por universidades públicas do Brasil.

Foto: Divulgação

Lula

Entre as instituições estrangeiras que lhe outorgaram a honraria estão, além da Universidade de Coimbra, a Universidade de Salamanca (Espanha), a Escola Politécnica de Lausanne (Suíça), o Instituto de Estudos Políticos de Paris (França),...

Foto: Divulgação

Lula

... a Universidade Nacional de Rosário (Argentina), a Universidade de Aquino (Bolívia), a Universidade Andina Simón Bolívar (Equador) e a Universidade de San Marcos (Peru), entre outras.

Foto: Ricardo Stucked

Lula

Primeiro mandatário brasileiro oriundo da classe operária, Lula não possui formação universitária. Retirante nordestino radicado em SP, o presidente começou a trabalhar aos 7 anos, engraxando sapatos e vendendo tapioca para ajudar a complementar a renda da família.

Foto: Divulgação

Lula

Aos 14 anos, teve seu 1º emprego com carteira assinada em um entreposto de algodão. Após concluir o ensino básico, ingressou no curso de torneiro mecânico do SENAI e começou a trabalhar como metalúrgico nas indústrias do ABC Paulista.

Foto: Divulgação

Lula

Ingressou então com o movimento sindical, iniciando sua trajetória política como líder do movimento grevista no fim da década de setenta.

Foto: Divulgação

Lula

Ao contrário de tantas narrativas pretensamente meritocráticas de herdeiros que tentam justificar fortunas reinventando o passado, Lula tem uma trajetória verdadeiramente calcada na superação das vicissitudes e dificuldades.

Foto: Divulgação

Lula

A história de um retirante nordestino nascido na miséria, que vendia tapiocas, engraxava sapatos e ascendeu à condição de um dos homens mais poderosos do Brasil encantaria as plateias do empreendorismo de palco.

Foto: DivulgaçãoLula
No caso de Lula, entretanto, a sua própria biografia desmonta o cinismo de tais narrativas. A veneração do establishment à origem humilde só é justificável enquanto ela serve para aplacar o incômodo com a injustiça social...
Foto: Divulgação

Lula

...reforçando o mito meritocrático de que "o Sol nasce para todos" e que basta esforço, trabalho e força de vontade para qualquer um "vencer na vida".

Foto: Divulgação

Bajulador

Quando "vencer na vida" significa tornar-se presidente e buscar para garantir algum grau de autonomia e dignidade à população mais necessitada, a origem humilde vira demérito e incita a plutocracia a lembrar aos pobres "qual é o seu lugar".

Foto: Divulgação

Lula

Não por acaso, é justamente a origem humilde de Lula que foi agressivamente atacada pela imprensa. Durante seu governo, o ex-presidente recebeu os epítetos de "apedeuta", "ignorante", "analfabeto". O Estadão até hoje o ironiza com a expressão "demiurgo de Garanhuns".

Foto: Divulgação

Lula

Criticaram sua falta de formação e o fato de não saber falar inglês. Acusaram-no de cultuar a ignorância e incentivar o povo a não ler. E atribuíram o apoio ao seu governo a uma suposta "parvoíce" de um "povo iletrado" que "vendia o voto" em troca de esmolas.

Foto: Divulgação

Lula

Por ironia do destino, o presidente tão atacado por não ter graduação tornou-se o brasileiro mais homenageado com títulos de doutor. Além dos 36 "honoris causa", Lula acumula outros 300 títulos e condecorações,...

Foto: Divulgação

Lula

...do Prêmio da Paz da Unesco ao título de Campeão Mundial da Luta Contra a Fome da ONU, passando pelo título de Estadista Global entregue pelo Fórum Econômico Mundial.

Foto: Divulgação

Lula

E enquanto era apontado como incentivador da ignorância, tornou-se o presidente que mais investiu em educação, fundando 14 novas universidades públicas, inaugurando 202 escolas técnicas e dobrando o número de estudantes no ensino superior.

Foto: Divulgação

Lula

Lula também foi responsável por iniciar o processo de democratização do acesso ao ensino superior público, ajudando a mudar o perfil tradicionalmente elitizado das universidades federais.

Foto: DivulgaçãoLula

 

Deixe sua opinião: