Justiça

Caso Janaína: advogado do goleiro Bruno assume defesa de Thiago Mayson

Diante disso ele conseguiu adiar o julgamento previsto para hoje


Foto: Montagem pensarpiauiÉrcio, Thiago, Janaína e Bruno
Ércio, Thiago, Janaína e Bruno

oitomeia - O advogado Ércio Quaresma Firpe, um dos criminalistas mais conhecidos do Brasil, que atuou na defesa de casos como o do goleiro Bruno, no assassinato da missionária norte-americana Dorothy Stang e no massacre dos sem-terra em Eldorado dos Carajás, entrou no caso Janaína Bezerra.

Ércio Quaresma foi contratado pela família de Thiago Mayson, acusado de estuprar e matar Janaína em janeiro deste ano nas dependências da UFPI (Universidade Federal do Piauí) enquanto acontecia uma festa de calourada com estudantes. Ércio passa a fazer a defesa de Thiago. Segundo ele, por conta do tempo, pediu adiamento.

Assumi a defesa de Thiago na quarta-feira passada (dia 30). Como não houve tempo hábil para que eu pudesse preparar a defesa, ficar a par de todo o caso, eu pedi o adiamento. Falei ontem (quinta-feira, dia 31 de agosto) com o juiz e pedi o adiamento do julgamento que está marcado para hoje (sexta, dia 1º de setembro), pois estou em Maringá-PR e não teria como participar”, afirmou Ércio Quaresma, por telefone

Thiago Mayson é acusado de homicídio duplamente qualificado, incluindo feminicídio, além de estupro, vilipêndio de cadáver e fraude processual. Ele encontra-se preso e espera por julgamento no Tribunal Popular do Júri. O julgamento, que já havia sido adiado uma primeira vez em 17 de agosto. Os motivos: a UFPI disse que “houve um equívoco interno no encaminhamento do documento aos servidores lotados na Instituição”. Por este erro, a família e amigos de Janaína responsabilizaram a UFPI.

O julgamento desta sexta, dia 1º, estava marcado para acontecer às 8h30. Mas como este pedido feito pelo advogado novo de Thiago Mayson, foi mais uma vez adiado, para revolta de familiares e amigos de Janaína. “A gente só quer que a justiça seja feita. Por que não condenam logo este rapaz, a Polícia já mostrou que ele é criminoso, não tem mais o que fazer, tem que apodrecer na cadeia”, disse uma amiga de Janaína, que pediu para não citar seu nome e que compareceu ao julgamento.

Com informações do oitomeia

Deixe sua opinião: