Pensar Piauí

Vídeo: Laís Souza revela que sofreu abuso de cuidadores após ficar tetraplégica

Ex-atleta diz que temeu sofrer represálias depois que denunciou abusadores

Foto: ReproduçãoA ex-ginasta Laís Souza
A ex-ginasta Laís Souza

A ex-ginasta Laís Souza revelou nessa segunda-feira (28) que foi abusada por diversos cuidadores desde que ficou tetraplégica e passou a precisar de cuidados especiais. Ao podcast “Café Com Mussi”, feito pelo ex-BBB Rodrigo Mussi, ela disse que temeu até pela própria vida quando decidiu denunciar os abusadores.

Não foi a primeira vez que a ex-atleta foi vítima do crime. Ainda criança, muito antes de perder a sensibilidade e movimento dos membros, ela também foi abusada.

“Já fui abusada antes, quando tinha quatro anos, e depois do acidente, que foi quando realmente fiquei super vulnerável. Foram abusos inesperados. Eu estava totalmente vulnerável: deitada, dormindo (…). Não estava nem vendo o que estava rolando. E não tenho sensibilidade em 100% do corpo”, explicou.

De acordo com o relato de Laís Souza durante o podcast, ela sofreu abusos de homens e mulheres. Aos 34 anos, ela dá palestras e atua nas artes plásticas.

“Simplesmente denunciei. Em alguns casos, me deu medo. Fiquei com medo de a pessoa vir atrás e me matar. Não houve ameaça, só medo e insegurança mesmo. A maioria dos abusos foi quando eu estava quase dormindo. Já aconteceu tanto com homem quanto com mulher. Com homem gay, mulher gay”, revelou.

“Sinto que está tudo certo e a pessoa se aproveita daquilo. Se eu deitar de barriga, acabou, não sei o que está rolando, porque tenho pouca sensibilidade. São muitos procedimentos que preciso fazer de barriga para a baixo”, completou.

Veja o vídeo:


Laís Souza perdeu os movimentos e sensibilidade dos braços e pernas enquanto treinava para os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, em 2014. Na ocasião, ela sofreu um acidente de esqui. Antes, ela era atleta de ginástica artística da seleção brasileira.