Pensar Piauí

Saiba quem eram mãe e filho encontrados mortos em apartamento no DF

A principal hipótese levantada pela investigação é de que a mãe, que sofria de depressão, tenha tirado a vida dos dois.

Foto: Reprodução/DCMOs corpos de Cléber Baraldi, de 27 anos, e o de sua mãe, Milce Maria Alonso Soares, foram encontrado em um apartamento em Águas Claras (DF)
Os corpos de Cléber Baraldi, de 27 anos, e o de sua mãe, Milce Maria Alonso Soares, de 63 anos, foram encontrados em um apartamento em Águas Claras (DF)

 

Na noite da última terça-feira (9), um trágico incidente chocou Águas Claras, no Distrito Federal, onde uma mãe e seu filho foram descobertos mortos em seu apartamento. As vítimas foram identificadas como Milce Maria, de 63 anos, e Cleber Baralde, 27, diagnosticado com autismo. A principal hipótese levantada pela investigação é de que a mãe, que sofria de depressão, tenha tirado a vida dos dois. 

Milce, que atuava como dentista em uma clínica de Ceilândia, e Cleber residiam juntos no condomínio. Apesar da depressão, a mulher era vista como uma pessoa serena. O filho foi descrito pelos vizinhos como alguém agitado, frequentemente visto interagindo com os moradores, solicitando alimentos por meio de aplicativos e desfrutando de música enquanto conduzia sua motocicleta.

A descoberta dos corpos se deu após um morador perceber um forte odor proveniente do apartamento de Maria. Há suspeitas de que os corpos estivessem no local por aproximadamente três dias. Quando a polícia chegou, encontrou Cleber sem vida no sofá da sala, enquanto Maria estava no quarto ao lado de um revólver, ambos apresentando sinais de ferimentos por arma de fogo.

Orientações para Buscar Ajuda em Saúde Mental

Se você ou alguém que conhece está enfrentando dificuldades emocionais ou psicológicas, existem várias opções de ajuda disponíveis:

Centro de Valorização da Vida (CVV)

Para assistência emocional imediata, o CVV oferece um serviço gratuito e confidencial, disponível 24 horas por dia. O contato pode ser feito por e-mail, chat no site do CVV ou pelo telefone 188.

Canal Pode Falar

Este canal, uma iniciativa do Unicef, é dedicado a adolescentes e jovens entre 13 e 24 anos, oferecendo suporte por meio do WhatsApp. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h.

Sistema Único de Saúde (SUS)

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do SUS proporcionam cuidados a pacientes com transtornos mentais. Existem unidades especializadas para crianças e adolescentes. Na cidade de São Paulo, há 33 Caps Infantojuvenis. Os endereços das unidades podem ser encontrados neste link.

Mapa da Saúde Mental

Este site apresenta um mapeamento de unidades de saúde e iniciativas gratuitas para atendimento psicológico, tanto presencial quanto online. Também fornece materiais educativos sobre transtornos mentais.

Veja mais detalhes em: Armada, mãe mata filho autista e tira própria vida no DF

Com informações do DCM 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS