Pensar Piauí

PT 44 anos: do tamanho do Brasil e pronto para novas vitórias em 2024

O Partido dos Trabalhadores chega aos 44 anos, neste 10 de fevereiro, como o partido mais querido do Brasil

Foto: ReproduçãoPartido dos Trabalhadores
Partido dos Trabalhadores

Texto da direção do PT publicado no site do Partido 

Surgido em plena ditadura, a partir da união de líderes sindicais e populares, intelectuais, religiosos progressistas, artistas e trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, o PT construiu, ao longo de pouco mais de quatro décadas, uma trajetória emblemática e vitoriosa que poucos partidos políticos no mundo têm.

Não demorou para que a sociedade brasileira abraçasse o Partido dos Trabalhadores como a via rumo a um Brasil mais justo, solidário, igual, democrático e soberano. Tanto é assim que, das nove eleições presidenciais realizadas após a redemocratização, o PT venceu cinco delas e ficou em segundo lugar nas outras quatro.

Neste sábado, 10 de fevereiro, o PT completa 44 anos. É um partido jovem, mas extremamente maduro graças à forma como enfrentou todos os desafios que surgiram em seu caminho. E pode se orgulhar tanto do que fez pelo Brasil quanto pela forma como resistiu ao mais violento dos ataques, que culminou com um golpe contra a presidenta Dilma Rousseff e a prisão injusta de Lula. 

Aqueles por trás desse ataque, que atingiu não só o PT, mas também o desenvolvimento e a soberania do Brasil, chegaram a acreditar que tinham derrotado definitivamente esse partido de trabalhadores e trabalhadoras. Não podiam estar mais enganados. Como já disse nossa presidenta, Gleisi Hoffmann, eles ignoraram um detalhe muito importante: “o PT está no coração do povo brasileiro”, que nunca nos abandonou e nunca abandonou nosso maior líder. 

Hoje, o PT é o partido preferido de aproximadamente 30% dos brasileiros e está representado oficialmente, com diretórios constituídos, em quase 4 mil municípios. É ainda o único partido capaz de fazer frente ao avanço da extrema direita no país e, graças a Lula, é visto, no mundo todo, como uma peça fundamental na preservação ambiental e na luta contra as injustiças do mundo.

A palavra de Lula, no X: 

No começo, era só um retalho de pano vermelho com uma estrela branca por cima. Mas por trás daquela bandeira improvisada havia uma determinação muito sólida: mudar a história deste país. E nós mudamos. O PT nasceu enfrentando a ditadura. E ajudou o Brasil a vencer a ditadura. O PT cresceu num momento em que o povo não tinha direitos. E com apenas oito anos de existência ajudou a gravar na Constituição os direitos do povo brasileiro. O PT enfrentou o neoliberalismo. A ditadura do pensamento único. O fim da história. O fim do Estado. A crise financeira mundial de 2008. O golpe e as mentiras. A injustiça e o ódio das elites. E nunca se rendeu. Levamos 22 anos para chegar ao governo. E em apenas 13 anos no governo conseguimos o que nenhum outro partido, em qualquer momento da história, jamais foi capaz de realizar.   Fizemos o país crescer com inclusão social. Tiramos o Brasil do Mapa da Fome. Colocamos o povo pobre no orçamento, na universidade e na vida digna.   Aos 44 anos, temos que avançar ainda mais, mas sem esquecer de onde viemos. Retornar às nossas raízes, ao mesmo tempo em que nos renovamos para vencer novos desafios da era digital. É preciso percorrer de novo o Brasil, ocupar as ruas, conversar com as pessoas nos bairros, igrejas, locais de trabalho, movimentos sociais, universidades. Jamais perder de vista a sabedoria do povo brasileiro. Mas é também preciso também promover o debate nas redes sociais. Combater o ódio, a desinformação e as fake news.   E assim mostrar àqueles que de tempos em tempos anunciam a morte do PT, que nós estamos mais vivos do que nunca. E cada vez mais jovens.   Viva o PT. E viva a extraordinária militância do PT

Eleições 2024

E, neste ano, cabe ao PT duas importantíssimas missões: seguir apoiando o governo Lula no processo de reconstrução do Brasil e continuar o enfrentamento à extrema direita, que neste ano se dará, principalmente, no terrenos das eleições municipais.

É nossa missão conquistar para o campo progressista — seja com candidatos petistas, seja com candidatos de partidos aliados — o maior número possível de Prefeituras. E outra meta é multiplicar nosso número de vereadores e vereadoras Brasil afora.

E temos tudo para alcançar essas vitórias. A boa condução do país pelo presidente Lula e sua equipe certamente ajudará nossos candidatos e candidatas, que ainda contarão com outros suportes, preparados pelo Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE).

A largada rumo a um 2024 vitorioso foi dada ainda no fim do ano passado, com a Conferência Eleitoral, que reuniu em Brasília, durante três dias, mais de 3 mil militantes de todos os estados brasileiros. E, muito em breve, será lançada a N.A.V.E. (Núcleo de Apoio a Vereadores e Vereadoras), que, como antecipou nosso secretário de Comunicação, Jilmar Tatto, fornecerá uma série de ferramentas digitais para ajudar nossos pré-candidatos e pré-candidatas.

Vencer em 2024 é uma conquista importante não só para o PT, mas para o país. Como vem ressaltando nossa presidenta Gleisi Hoffmann, “temos o dever de não deixar a extrema direita voltar”. E, companheiros, acreditem, vamos cumprir nosso dever.

LEIA TAMBÉM:
PT, 44 anos de democracia: da luta contra a ditadura à vitória sobre o fascismo
PT, 44 anos de defesa dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil
PT, 44 anos dedicados a garantir os direitos do povo brasileiro
PT, 44 anos dedicados ao desenvolvimento do Brasil e seu povo
PT 44 anos: um partido com importância reconhecida no mundo todo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS