Pensar Piauí

Prisão de Silvinei Vasques é um passo para a de Jair

Confira o artigo de Luis Felipe Miguel

Foto: Montagem Pensar PiauíSilvinei Vasques e Bolsonaro
Silvinei Vasques e Bolsonaro

 

Por Luis Felipe Miguel, professor no facebook 

O bloqueio das estradas para impedir que eleitores chegassem ao local das votações foi o episódio mais ostensivo da tentativa bolsonarista de fraudar as eleições de 2022.

Três autoridades estão diretamente ligadas ao caso.

Jair Bolsonaro está inelegível, mas por causa do circo com os representantes estrangeiros para lançar dúvidas sobre a eleição.

Anderson Torres foi preso e anda com tornozeleira eletrônica, mas isso cai na conta da intentona golpista do 8 de janeiro.

Silvinei Vasques se torna, assim, o primeiro implicado no caso a ser preso em função dele. Uma prisão preventiva, por enquanto.

O esquema para impedir que os nordestinos votassem foi abortado pelo ministro Alexandre de Moraes, que chamou Vasques às falas no TSE. Segundo se disse na época, ele não prendeu o então diretor da Polícia Rodoviária Federal para não acirrar os ânimos naquele momento.

Bolsonaro agiu em diversas frentes para tentar garantir ilegalmente sua permanência no poder.

- Usou recursos públicos para fazer campanha como mostram suas "motociatas" financiadas pelo contribuinte.

- Mobilizou chefes religiosos e empresários para pressionar o voto de fiéis e empregados.

- Divulgou fartamente toda sorte de mentiras.

- Tentou fraudar o resultado, seja mexendo nas urnas (como mostra o contato com o hacker, intermediado por Zambelli), seja impedindo que eleitores votassem - como é o caso com a PRF.

- Por fim, havia a alternativa do golpe, alimentada pela narrativa contra as urnas eletrônicas, esboçada nas minutas de decretos encontradas com autoridades e cuja tacanha tentativa de efetivação foi vista no 8 de janeiro.

São iniciativas diversas, mas que revelam, todas, o projeto de continuar no governo à margem do processo democrático.

Não há dúvida de que Bolsonaro deve ser preso por causa disso.

A captura de Silvinei Marques, ocorrida em Florianópolis, deve ser saudada também por este motivo. Todo funcionário público corrupto deve responder por seus atos. Mas é também um passo importante a mais na direção de Jair, o mentor intelectual* e beneficiário maior do projeto golpista.

*Sim, eu sei que colocar "Jair" e "intelectual" na mesma frase é um paradoxo, mas vocês me entendem...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS