Piloto do avião de Marília Mendonça era piauiense

Geraldo Medeiros era natural da cidade de Floriano

Foto: DivulgaçãoMarília e Geraldo Martins
Marília e Geraldo Medeiros 

O piloto da aeronave em que estava a cantora Marília Mendonça, também vítima do trágico acidente ocorrido na tarde dessa sexta-feira (05), foi identificado como Geraldo Martins de Medeiros que era natural da cidade de Floriano, no Sul do Piauí e residia atualmente em Brasília. 

Geraldo Medeiros era aposentando pela LATAM Airlines Brasil, anteriormente TAM Linhas Aéreas. 

Deixa a esposa e dois filhos, que moravam com ele em Brasília (DF). Geraldo pilotava um avião bimotor. Tratava-se de um King Air prefixo PT-ONJ, da PEC Táxi Aéreo.

As outras vítimas foram: o produtor da cantora, Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho e o co-piloto do avião, Luiz Eduardo David Guimarães.

Conforme nota da Aeronáutica, "na Ação Inicial os investigadores identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas e reúnem documentos".

Não há prazo para a investigação, "dependendo sempre da complexidade da ocorrência", diz a nota. A investigação ocorre paralelamente ao trabalho da polícia. 

O avião era alvo de denúncias na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

"A empresa acumula irregularidades que colocam em risco tripulantes e passageiros", diz documento do Ministério Público Federal (MPF). Uma pesquisa pública feita no site da Agência mostra que a empresa proprietária da aeronave, a Pec Táxi Aéreo, acumula três processos no Estado de Goiás.

Mesmo assim a aeronave estava em situação regular e teria total autorização para fazer táxi aéreo, segundo a Anac.