Pensar Piauí

PC Siqueira é encontrado morto em São Paulo

Familiares relataram que PC Siqueira estava em tratamento para depressão

Foto: ReproduçãoYoutuber PC Siqueira
Youtuber PC Siqueira

Paulo Cezar Goulart Siqueira, mais conhecido como PC Siqueira, de 37 anos, suicidou-se em seu apartamento na zona sul de São Paulo na presença da ex-namorada, conforme a Polícia Civil. O corpo do youtuber foi encontrado sem vida por volta das 17h50 de quarta-feira (27), e o incidente está sendo investigado pelo 11º Distrito Policial, de Santo Amaro.

Familiares relataram que PC Siqueira estava em tratamento para depressão e havia recentemente terminado o relacionamento de mais de um ano.

Sua ex-namorada foi ao apartamento na véspera do ocorrido para uma conversa. De acordo com os parentes, ambos consumiram drogas na noite do incidente. Quando ela percebeu a tentativa de suicídio, buscou auxílio de uma vizinha que acionou a polícia.

No apartamento, os policiais encontraram desordem e sujeira, mas não havia carta ou mensagem de despedida deixada por PC Siqueira.

Sua ex-namorada, testemunha do acontecimento, prestou depoimento sobre o ocorrido. Ela retornou ao apartamento mais tarde na mesma noite, acompanhada de um amigo e policiais, além de um primo e uma tia do youtuber.

Deixou o local por volta das 23h30, levando algumas caixas com pertences de PC Siqueira, e optou por não se comunicar com a imprensa.

Em março do mesmo ano, PC Siqueira havia sido encontrado inconsciente em seu apartamento, sendo socorrido pelos bombeiros. Ele agradeceu o apoio dos fãs posteriormente e mencionou estar se recuperando de uma tentativa de suicídio.

PC Siqueira foi investigado

A carreira do youtuber foi marcada por algumas polêmicas. Em junho de 2020, ele foi acusado de compartilhar fotos íntimas de uma criança de seis anos e o escândalo veio à tona quando uma conta anônima no Twitter divulgou gravações de tela que mostravam uma conversa dele com um amigo. O vlogger começou a ser investigado pela Polícia Civil de São Paulo.

Autoridades, porém, fizeram perícias em aparelhos eletrônicos e de informática que foram apreendidos na casa de PC Siqueira e nada foi encontrado. Dessa forma, os policiais não encontraram provas que ligassem o famoso ao crime de pedofilia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS