"O Brasil está preso em Curitiba", diz Assis Carvalho

Ele também falou do governo do Piauí e de aliados

Foto: Manoel EduardoAssis Carvalho fala com exclusividade ao pensarpiaui
Assis Carvalho fala com exclusividade ao pensarpiaui

O deputado federal Assis Carvalho foi reeleito presidente do PT e deu entrevista exclusiva ao pensarpiauí. Ele falou da política nacional, “o Brasil é hoje um país que vive só para entregar suas reservas aos banqueiros... o desafio do PT, nesse momento, é convencer parcela significativa dos brasileiros que independentemente de não gostar do PT, é preciso gostar do Brasil”.

No tocante ao governo do Piauí, a avaliação de Assis Carvalho, foi positiva e ele a fez com dados comparativos. Mostrou, por exemplo, que na relação dívida x receita corrente, o Estado deve hoje menos que em 2002 - ano anterior à chegada do PT ao Governo.

Assis foi indagado sobre a relação do PT com os aliados (no nível federal e estadual). Com relação à reforma da Previdência ele disse ter tido pena do resultado da votação, quando aqui do Piauí, só votaram contra, ele e a deputada Rejane Dias. Mas afirmou: “é impossível construir uma alternativa de poder se não fizer algumas composições”.

Assis falou ainda da relação do PT com movimentos sociais, das eleições de 2020, onde sua meta é dobrar numero de vereadores e prefeitos eleitos e diz que, Franzé ou Fábio Novo, será o candidato do PT a prefeito de Teresina.

Foi uma longa entrevista. Por isso o pensarpiauí vai publicá-la em dois momentos, hoje e amanhã. Confira a primeira parte: