Numa rotina de exclusão e violência, morre mais um transveti, Paola Araujo

O crime aconteceu ontem a noite

Foto: facebookPaola Araujo
Paola Araujo

O Brasil está disparado, no topo do ranking de países com mais registros de homicídios de pessoas transgêneras e ontem a noite, no Piauí, mais um caso foi fazer parte desta negativa lista. Paola Araújo, 31 anos, travesti, foi assassinada a tiros na noite desse domingo (6) na BR-316, próximo ao balão do Porto Alegre, na zona Sul de Teresina. Ela foi alvo de tiros no pescoço, no rosto e no peito direito, e morreu no local, por volta das 23h40.

De acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), apenas em 2017 foram contabilizados 179 assassinatos de travestis ou transexuais. Isso significa que, a cada 48 horas, uma pessoa trans é assassinada no Brasil.  

A diretora da Associação , Bruna Benevides, diz que a violência está atrelada não ao exercício da sexualidade, mas à identidade de gênero. “A gente diz que o machismo é a sementre do ódio e do preconceito. É como se os corpos dessas pessoas que desafiam as normas tivessem que ser expurgados da sociedade. E é isso que a sociedade tem feito”, disse.

Testemunhas informaram que Paola Araujo estava sentada na via, quando alguém se aproximou e efetuou os disparos. O local do crime, segundo a polícia, é um ponto de prostituição. Nada foi levado da vítima.

O nome de registro de Paola é Fábio Ribeiro de Araújo.

O corpo foi levado pelo Instituto de Medicina Legal (IML) e o caso será investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Na rede social de Paola Araújo, amigos lamentam sua morte:

Foto: FacebookAmigos lamentam morte 1
Amigos lamentam morte 1
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 2
Amigos lamentam morte 2
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 3
Amigos lamentam morte 3
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 4
Amigos lamentam morte 4
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 5
Amigos lamentam morte 5
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 6
Amigos lamentam morte 6
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 7
Amigos lamentam morte 7
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 8
Amigos lamentam morte 8
Foto: FacebookAmigos lamentam morte 9
Amigos lamentam morte 9
Foto: facebookPaola Araujo
Paola Araujo