Lula promete recriar o Ministério da Previdência Social, se eleito

Petista promoveu nesta quinta-feira (22/9) encontro com grupo de idosos na capital paulista

Foto: ReproduçãoLula
Lula

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu nesta quinta-feira (22/9) com representantes de associações e movimentos de idosos. O ex-presidente e candidato à Presidência promoveu o encontro com aposentados na empresa de marketing IK Creative Branding, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

No encontro, Lula anunciou que vai recriar o Ministério da Previdência Social, caso seja eleito presidente. “Vamos recriar o Ministério da Previdência Social”, avisou o petista.

Além do Ministério da Previdência Social, Lula já prometeu recriar diversas outras pastas, como a do Desenvolvimento Agrário, das Pequenas e Médias Empresas e da Segurança Pública. O candidato à Presidência também propôs criar um Ministério dos Povos Originários e fortalecer o Ministério da Mulher.

Promessas e críticas

O ex-presidente também prometeu investir em cuidadores de idosos, ressaltando a importância deste tipo de função. “Tem uma profissão que vai se tornar forte que é a dos cuidadores. Nós vamos ter que formar muita gente e nós temos que transformar isso em um serviço público”, afirmou.

Lula também fez críticas ao governo atual durante o seu discurso para o grupo de idosos.

“A impressão que a gente tem é que a fila existe na Previdência porque o governo acha que pode pagar menos, e mais dinheiro sobra para ele encher o bolso do orçamento secreto”, disse Lula.

O encontro foi organizado pelo jornalista e advogado Rui Falcão (PT), ex-presidente do partido e deputado federal por São Paulo. Carlos Eduardo Gabas, que foi ministro da Previdência Social nos governos de Lula e Dilma, e Aloizio Mercadante, coordenador do programa de governo, também estiveram presentes.

Associações de aposentados e idosos

Participaram do evento organizações como Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap) e o Sindicato Nacional dos Aposentados (Sindinapi).

“Nós estamos envelhecendo bem, mas milhões de brasileiros estão envelhecendo mal, sem comida na mesa”, afirmou o médico geriatra Alexandre Kalache, presidente do Centro Internacional de Longevidade – Brasil (ILC Brasil) e da Aliança Global do Centro Internacional de Longevidade.

Lula comenta defesa de FHC contra Bolsonaro

Lula comentou após o evento, em conversa com jornalistas, a defesa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, nesta quinta-feira (22/9), pelo voto a favor da democracia e contra Bolsonaro no primeiro turno da eleição. FHC não declarou voto em Lula.

“Pra mim, todo o apoio que vier pra gente levar essa eleição logo, acho que é melhor pra todo mundo. Agradeço as pessoas que estão demonstrando confiança agora. Fico feliz, obviamente, agradecido. Espero que mais gente saiba o que está acontecendo no Brasil e que mais gente se defina, porque a chapa Lula e Alckmin, efetivamente, é a chapa que pode ser eleita e recuperar esse país”, disse o candidato petista.

Com informações do Metrópoles 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS