Jessé de Souza: O Mecanismo é uma latrina fascista

Jessé de Souza: O Mecanismo é uma latrina fascista


O sociólogo Jessé Souza participou do programa "Batalha de Ideias" desta terça-feira (28), onde condenou o seriado "O Mecanismo", que estreou na última sexta-feira (23) na Netflix. A obra está sendo alvo de uma campanha de boicote por manipular fatos da história recente do Brasil.

Jessé observa que o seriado omite o real sintoma da corrupção no país: "o principal meio de dominação do povo está na intermediação financeira, ou seja, a dívida pública, juros mais altos do mundo e a manipulação da mídia", elucida.

Ele classifica a série como uma latrina fascista: "tem uma grau de maldade muito grande ali, é algo canalha, principalmente pelo grau de sofisticação que ela foi produzida, José Padilha, diretor da obra, usou de muita má fé para mentir descaradamente", denuncia Jessé.

Padilha: imbecil útil

Jessé classifica Padilha como um imbecil útil a serviço de interesses imperialistas: "os Estados Unidos montaram um neocolonialismo para dominar nações, promovendo, no mundo pós-guerra fria, um cenário de espionagens e manipulação de escândalos nas sociedades periféricas, usando a corrupção como estratégia de guerra comercial, controlando economias e explorando recursos naturais desses países", explica.

Mídia irresponsável

Sobre o atentado a tiros que atingiu o ônibus da caravana do Lula nesta terça-feira (27) Jessé analisa o papel irresponsável da mídia, que reproduz mentiras como "O Mecanismo" para estimular o clima de barbárie na sociedade: "este seriado é um exemplo disso, o roteiro é um jogo infantilizado que restringe a capacidade de reflexão da população, estimulando sentimentos de ódio vistos hoje contra o ex-presidente", conclui.

Fonte: Brasil 247