Idoso comemora 121 anos com bolo temático: 'O terror do INSS'

Andrelino Vieira da Silva nasceu em 3 de fevereiro de 1901. Apesar da idade, neta diz que ele é lúcido e saudável: ‘Adora forró’

Foto: DivulgaçãoAndrelino Vieira da Silva
Andrelino Vieira da Silva

 

G1 - O aposentado Andrelino Vieira da Silva comemorou o aniversário de 121 anos de idade com um bolo temático em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Neta dele, a supervisora contábil Janaina Lemes de Souza, de 36 anos, mandou fazer o doce com o tema: “O terror do INSS”.

“Todo ano eu mando fazer um bolo para ele e nesse ano um amigo viu na internet uma pessoa que fez um bolo dessa forma e me mandou dizendo: ‘É a cara do seu avô’”, disse.

Andrelino nasceu no dia 3 de fevereiro de 1901, em Anicuns, na região central de Goiás. O aposentado foi casado e teve sete filhos, sendo que cinco estão vivos. Além disso, ele tem 13 netos, 16 bisnetos e um tataraneto.

“É um privilégio muito grande ter uma pessoa dessa idade na família para poder compartilhar histórias com a gente. Minha filha teve a oportunidade de ter um bisavô. Eu não tive. A gente valoriza todos os momentos. Ele viaja, vai a barzinhos, faz de tudo” afirmou Janaina.

Segundo a neta, apesar da idade, o idoso está lúcido e é saudável. Janaina explicou que a família vive em casas separadas em um mesmo terreno: Ela; o esposo e a filha vivem em uma casa; a mãe, o pai e o irmão em outra; e o avô vive sozinho.

“Ele é lucido, ativo, faz a comidinha dele, cuida das coisinhas dele. Nós moramos a família toda em um mesmo terreno, mas ele tem um barracão dele, onde mora sozinho. Ele leva uma vida normal. Ele adora forró e ia sempre dançar”, contou.

O aniversário do aposentado foi comemorado na última quinta-feira (3) em uma reunião apenas com os familiares que vivem no mesmo terreno. O motivo, conforme Janaina, é que o avô e demais parentes que moram no local estão com Covid-19.

“Como estamos todos com Covid-19, fizemos apenas um bolinho para não deixar passar em branco, só nós, mesmo. Mas ele está super bem, apenas com sintomas leves. Ele tomou as três doses da vacina”, explicou.