Governo garante progressão e abono salarial a profissionais da educação

Além de um reajuste de 10% para os servidores, os profissionais do magistério devem receber um abono salarial relativo ao ano em curso

Foto: ReproduçãoGovernador Wellington Dias e o secretário Ellen Gera
Governador Wellington Dias e o secretário Ellen Gera

Os profissionais da educação do Piauí, tanto professores como servidores, chegam ao final de 2021 comemorando progressões em suas carreiras conseguidas ao longo do ano e com a previsão de novas conquistas salariais para 2022. Além de um reajuste de 10% para os servidores, os profissionais do magistério devem receber um abono salarial relativo ao ano em curso.

O Governo do Estado do Piauí realizou a promoção por acesso (mudança de classe) para 1.128 professores da rede estadual em 2021. Todos obtiveram melhora na titulação e, com isso, conquistaram o direito de acréscimo salarial.

A progressão de classe é voltada para os professores integrantes do Quadro do Magistério Público da Rede Estadual de Ensino, referente a solicitações deferidas no período de outubro/2017 a dezembro/ 2020, uma promoção vertical por titulação acadêmica.

O secretário de Estado da Educação comentou que as progressões são fruto do planejamento do Estado e do equilíbrio das contas públicas. “O Governador Wellington Dias e o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, mesmo diante de todas as adversidades e barreiras impostas pela pandemia e até mesmo pelo Governo Federal, conseguiram manter as contas públicas em equilíbrio. Isso permitiu que os servidores recebessem seus salários sempre em dia, enquanto outros estados atrasavam pagamento”, avaliou.

A mudança de nível, que é progressão horizontal por tempo de serviço, foi concedida a 1.906 professores de 2021, referente ao período de maio/2018 a abril/2019.

Cerca de 297 servidores do quadro pessoal da Seduc tiveram suas progressões autorizadas pelo Governo do Estado. Foram beneficiados com as progressões servidores operacionais que exercem funções como zelador, vigia, merendeira, artífice, mecanógrafo, escriturário, auxiliar de secretaria, secretária, motorista, datilógrafo, marceneiro.

Reajuste e abono salarial

O Secretário da Educação reafirma ainda o compromisso do Governador Wellington Dias a respeito do reajuste de 10% para os servidores da educação em 2022, professores e demais profissionais. O projeto de Lei que permite o aumento já foi enviado para a Assembleia Legislativa. Os profissionais do magistério da ativa, que estão na escola, devem continuar recebendo também o auxílio alimentação, além da novidade, um abono salarial do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relativo ao ano em curso, advindo da obrigatoriedade da aplicação de 70% do fundo na remuneração do profissional do magistério. O governador também já enviou uma mensagem à Assembleia para a aprovação desse abono.

“Mesmo neste período tão difícil, a Seduc vem trabalhando para realizar promoções que impactam diretamente em melhorias salariais, além de valorizar o compromisso dos servidores para com o serviço público, que não deixaram a educação dos nossos estudantes parar nesses últimos dois anos”, finaliza, Ellen Gera.