Defendendo desabrigados do frio, padre Júlio ganha Kombi

Com o novo veículo, será possível fazer a distribuição de marmitas, cobertores e a retirada de doações

Foto: Sindicato dos Metalúrgicos/Ari PaletaPadre Júlio Lancellotti
Padre Júlio Lancellotti

 

O padre Júlio Lancellotti, da Paróquia de São Miguel Arcanjo, em São Paulo, realiza há anos um trabalho voluntário voltado à população em situação de rua. Todos dias, o Pároco, juntamente com outros voluntários, faz a distribuição de comida, itens de higiene, roupas e agasalhos. 

Com a onda de frio que acontece em São Paulo, o padre está em mobilização para acomodar os desabrigados em espaços públicos, para evitar que adoeçam ou cheguem a falecer devido as baixas temperaturas. 

 

O atendimento à população feito pelo padre ganhou um reforço: uma Kombi seminova foi comprada por meio de uma vaquinha virtual e entregue na última segunda-feira (26) ao pároco pelos Metalúrgicos do ABC.

Foto: Sindicato dos Metalúrgicos/Ari PaletaVisita e entrega da Van para o padre Júlio
Visita e entrega da Kombi para o padre Júlio

 

O saldo arrecadado foi de R$ 30.653,86. As doações vieram de trabalhadores da categoria, sindicatos, políticos que se sensibilizaram com a causa, anônimos e instituições como o Grupo Prerrogativas que reúne advogados que defendem a democracia com justiça social.

O veículo que era utilizado pela Casa de Oração comandada pelo padre não estava em boas condições. Com o reforço, será possível fazer a distribuição de marmitas, cobertores e a retirada de doações. Segundo o religioso, o veículo antigo irá para conserto e o novo entra em ação imediatamente. 

O secretário-geral do Sindicato, Moisés Selerges, relatou que em uma das visitas ao padre notaram que a Kombi estava muito velha. “O padre Júlio faz um trabalho muito bonito com as pessoas em situação de rua de São Paulo, que poucos fariam com a dedicação que ele faz. Então resolvemos organizar uma vaquinha virtual para comprar uma em melhores condições. A vaquinha foi um sucesso”, afirmou.

O dirigente ressaltou a importância da doação, mas também a tristeza pelo que boa parte da população brasileira vem passando. “De um lado, ficamos felizes com a entrega do equipamento novo para que ele possa realizar o trabalho dele, mas de outro lado vem a tristeza porque isso não era para estar acontecendo no nosso país, muita gente morando na rua, passando fome, desempregada”.

Veja o momento da entrega: