Chacina no DF: Total de mortos em família chega a 10

De acordo com a PC, os corpos estão supostamente relacionados ao desaparecimento de 10 pessoas da família da cabeleireira Elizamar da Silva.

Foto: ReproduçãoA cabeleireira Elizamar da Silva, 39 anos, foi a primeira a desaparecer, na semana passada, com os três filhos pequenos.
A cabeleireira Elizamar da Silva, 39 anos, foi a primeira a desaparecer, na semana passada, com os três filhos pequenos.

Três corpos de possíveis vítimas da chacina da família no Itapoã (DF), foram encontrados na madrugada desta terça-feira (24) dentro de uma cisterna em Planaltina, no DF. Três pessoas estão presas pelo crime e um segue foragido.

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, os corpos estão supostamente relacionados ao desaparecimento de 10 pessoas da família da cabeleireira Elizamar da Silva, de 39 anos, que foi enterrada nesta segunda-feira (23), junto com três filhos dela — Gabriel, 7, Rafael, 6, e Rafaela, 6 —.

Segundo o delegado Ricardo Viana, da 6ª Delegacia de Polícia, do Paranoá, as vítimas encontradas na cisterna ainda não foram identificadas, no entanto, ele afirmou que os corpos são de duas mulheres (uma delas adolescente) e um homem.

A localização dos corpos encontrados nesta madrugada, foram fornecidas, segundo Viana, por um dos suspeitos pelo crime que colaborou com a investigação.

Foto: Reprodução/Tv globoLocal onde três corpos supostamente ligados a chacina foram encontrados, em Planaltina
Local onde três corpos supostamente ligados a chacina foram encontrados, em Planaltina

Com sinais de violência, os corpos foram achados dentro de uma cisterna, a cerca de cinco quilômetros da casa abandonada onde Renata Belchior, mãe de Thiago e sogra de Elizamar, e Gabriela Belchior, irmã de Thiago, teriam sido mantidas em cativeiro antes de serem mortas.

Foto: Reprodução/polícia civilCarro carbonizado em que quatro corpos foram encontrados, em Cristalina, Goiás
Carro carbonizado em que quatro corpos foram encontrados, em Cristalina, Goiás

Com estes, sete corpos já foram encontrados. Desse total, cinco já foram identificados:

- Elizamar da Silva: cabeleireira, encontrada morta;

- Rafael da Silva: filho de Elizamar e Thiago, encontrado morto;

- Rafaela da Silva: filha de Elizamar e Thiago, encontrada morta;

- Gabriel da Silva: filho de Elizamar e Thiago, encontrado morto;

- Marcos Antônio Lopes de Oliveira: pai de Thiago e sogro de Elizamar, encontrado morto.

Dois corpos, encontrados carbonizados em um carro em Unaí (MG), ainda não foram oficialmente identificados. Mas ambos são de mulheres e a polícia acredita que sejam de:

- Renata Juliene Belchior: mãe de Thiago e sogra de Elizamar;

- Gabriela Belchior: irmã de Thiago e cunhada de Elizamar.

Três pessoas ainda seguem desaparecidas:

- Thiago Gabriel Belchior, de 30 anos, marido de Elizamar Silva;

- Cláudia Regina Marques de Oliveira, ex-mulher de Marcos Antônio Lopes de Oliveira, pai de Thiago;

- Ana Beatriz Marques de Oliveira, filha de Cláudia e Marcos Antônio.


Com informações do Yahoo


Veja mais detalhes em: Chacina em família: veja detalhes do crime que chocou o DF e o Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS