Vídeo: “Bolsonaro está com medo é da porca. Ele será engolido pela porca”, diz Wellington Dias

Ele explicou para Lula o que significa ser ‘comido pela porca’ na política do estado

Foto: DivulgaçãoBolsonaro e a porca
Bolsonaro e a porca

O ex-governador Wellington Dias, no ato de Lula em Teresina, afirmou que Bolsonaro está com medo da derrota, mas antes faz um breve relato histórico do que foi o seu governo. Wellington lembrou do primeiro cartão do Programa Bolsa Família, cartão este, que foi entregue para uma família no município de Guaribas no Piauí. Hoje, um dos filhos daquela familia é formado em Direito e é advogado no município de São Raimundo Nonato. 

Wellington disse que Lula foi a pessoa que mais ajudou o Piauí e fez uma declaração de carinho. “Eu e este povo te amamos, ‘caba véi’“. evidenciou. 

Dias apresentou dados e afirmou que o Piauí não está mais no mapa da fome, além disso, deixou de ser o estado mais pobre do país. Falou sobre energia, abastecimento de água, educação, ressaltando que todos os municípios contam com ensino técnico e superior, falou da saúde e citou que o estado ocupa o primeiro lugar no ranking da vacinação no Brasil. 

Lembrou que o Piauí é o terceiro maior produtor de energia solar e o quarto maior produtor de energia eólica do País. Falou sobre a rede de conectividade de fibra ótica e disse: “pode vir 5G, 6G, 10G, estamos preparados para os próximos séculos", ressaltou.  

Wellington não perdeu a oportunidade de fazer uma crítica ao ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. “Tem piauiense no Ministério trabalhando para o dinheiro não vir para o Piauí”, enfatizou.  

E por fim, afirmou que Bolsonaro está com medo de perder a eleição e explicou para Lula, que aqui no Piauí, quem perde eleição é engolido pela porca. 

Veja na íntegra a fala do ex-governador no ato de Lula. No trecho de 13min10 ele explicou para Lula o que significa ser ‘comido pela porca’ na política do estado.

Vídeo: 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS