Bolsa Família inicia pagamentos com 8 mil famílias piauienses a menos

O Governo Bolsonaro só liberou a entrada de 86 novas famílias piauienses no programa neste mês de janeiro

Foto: UOLBolsa Família
Bolsa Família

O Governo Federal inicia nesta segunda-feira, 20, o pagamento do programa Bolsa Família. No Piauí, uma triste constatação: 8 mil famílias deixaram de ser beneficiadas pelo progama. Elas foram excluídas ao longo do ano passado e não têm perspectiva de retorno. Aliás, neste mês de janeiro, o governo Bolsonaro só liberou a entrada de exatas 86 novas famílias piauienses ao programa social, que ironicamente iniciou no Estado e tem como objetivo atender famílias extremamente pobres.

Segundo dados do próprio Governo, do Cadastro Único, em 2019 o Piauí era o estado brasilero com maior percentual de pessoas em situação de extrema pobreza: são 459 mil piauienses vivendo com menos de R$ 89,00. Ano passado essa lista cresceu com a chegada de 6 mil piauienses à lista. Não seriam os mesmos excluídos do Bolsa Família? Agora o programa conta com 437.299 famílias beneficiadas (eram 445 mil) que recebem um total de R$ 93.077.045,00.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, explica que o governo fez um verdadeiro "pente-fino" no Programa. “Nós seguimos fazendo o pente-fino no Programa, removendo quem não precisa do dinheiro. Assim, podemos garantir que famílias realmente necessitadas tenham acesso ao benefício”, esclarece. E diz, ainda, que o governo estuda melhorias. “Não queremos tirar o benefício de quem precisa, mas vamos estimular a geração de emprego e renda, além de garantir educação de qualidade para as crianças. Afinal, essas são prioridades do nosso governo.”

Roberto Oliveira, coordenador estadual do Bolsa Família no Piauí, diz que não tem como determinar a fila de espera do programa no Piauí. "A alegação que o Governo faz é que, como o Piauí já está com 100% de números quantitativos atendidos, eles não liberaram para que mais famílias sejam inseridas. Só liberaram 86 novas famílias no estado todo, no mês de janeiro. Número bem reduzido e bem diferentes dos números de outros estados do eixo Sul e Sudeste, onde alguns tibveram 8 mil, 6 mil, e mil e até 11 mil famílias beneficiadas", observa. 

Foto: MDSBolsa Família 2020
Bolsa Família 2020

PAGAMENTO 

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente, seguindo um calendário nacional. O calendário estabelece as datas de pagamento de acordo com o último número do NIS (Número de Identificação Social) impresso no Cartão Bolsa Família. Cada benefício fica disponível para saque por 90 dias a partir da data prevista no calendário. O benefício de janeiro, por exemplo, pode ser sacado até o mês de abril.

Foto: MDSCalendário do Bolsa Família
Calendário do Bolsa Família

QUEM TEM DIREITO

O Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 89) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 89,01 e R$ 178). Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.