Ameaça de greve de caminhoneiros assusta população

O movimento também tem provocado apreensão em clientes de supermercados

Foto: G1Greve
Greve

Com ameaças de uma paralisação de caminhoneiros marcada para esta segunda (1), a Apas (Associação Paulista de Supermercados) recomendou que os estabelecimentos antecipem a reposição dos estoques de perecíveis agrícolas, como frutas e legumes, para que o setor consiga abastecer a população em caso de uma greve.​

Segundo o Painel S.A. da Folha de S.Paulo, o movimento também tem provocado apreensão em clientes de supermercados, de acordo com a entidade.

Nos últimos dias, funcionários dos varejistas foram abordados por consumidores perguntando se devem estocar comida e outros itens de primeira necessidade, segundo relatos recebidos pela associação.

Nesta semana, o presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Vander Costa, em encontro com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, descartou a hipótese de desabastecimento.

Justiça proíbe caminhoneiros de bloquearem estradas em 17 estados

Com uma iminente greve dos caminhoneiros, o governo federal entrou com 35 processos na Justiça para proibir o eventual bloqueio de rodovias federais por caminhoneiros.

Ao todo, são 24 decisões liminares favoráveis à União, proferidas em 17 estados do país.

Segundo levantamento do Ministério da Infraestrutura, o governo federal já garantiu, até o fim da tarde deste sábado (30), 24 liminares no sentido de que não haja qualquer bloqueio em rodovias federais de diversos estados, acessos a portos e às refinarias. Há previsão de multa e intervenção policial.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS