Internacional

Pai de crianças resgatadas na selva colombiana é preso por abuso sexual de enteada

A prisão, solicitada por um procurador e homologada por um juiz, ocorreu em Bogotá, na Colômbia


Foto: DivulgaçãoManuel Ranoque
Manuel Ranoque

 

Manuel Ranoque, pai de duas das quatros crianças indígenas que sobreviveram por 40 dias na selva após um acidente de avião, foi preso na sexta-feira (11) por suposto abuso sexual contra uma de suas enteadas. A prisão, solicitada por um procurador e homologada por um juiz, ocorreu em Bogotá, na Colômbia.

O Ministério Público confirmou a prisão através de uma declaração à imprensa, mas não deu mais detalhes das acusações contra Ranoque, que pertence ao povo indígena huitoto. “A informação completa será fornecida quando ele for formalmente acusado. Espera-se que as audiências ocorram amanhã, mas isso depende do juiz”, afirmou uma porta-voz da entidade à AFP.

Ranoque também é acusado de ter agredido os filhos e a mãe deles, Magdalena Mucutuy, que morreu no acidente aéreo. Os avós maternos, Narciso Mucutuy e María Fátima Valencia, lutam há semanas pela custódia das quatro crianças.

Deixe sua opinião: