Política

Morre, aos 79 anos, o ex-ministro e diplomata Sérgio Amaral

Sérgio Amaral foi embaixador em Londres, Paris e Washington, além de ministro no governo FHC; enterro será realizado neste sábado.


Foto: ReproduçãoSérgio Amaral
Sérgio Amaral

 

O diplomata e ex-ministro Sérgio Amaral morreu em São Paulo, aos 79 anos, na noite desta quinta-feira (13/7). A informação foi confirmada pela família nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada.

Em sua longa carreira diplomática, Amaral foi embaixador do Brasil em Londres (1999-2001), Paris (2003-2005) e Washington (2016-2019). Além disso, foi ministro da Indústria e Comércio e porta-voz da Presidência da República durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Formado em direito pela Universidade de São Paulo (USP), o diplomata fez pós-graduação em Ciências Políticas na Universidade de Paris-Sorbonne. Ele também foi professor de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB).

Pelas redes sociais, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse ter recebido com profundo pesar a notícia sobre a morte do diplomata.

“Com extensa lista de serviços prestados ao país, Sergio Amaral já foi ministro do MDIC, presidente dos conselhos do BNDES e da Camex, além de porta-voz do governo FHC e embaixador do Brasil em Londres, Paris e Washington, deixando uma imensa contribuição para a diplomacia e o serviço público brasileiros. Meus sentimentos à família e aos amigos”, escreveu Alckmin.


O velório e o enterro de Sérgio Amaral serão realizados neste sábado (15/7), em São Paulo.

Deixe sua opinião: