Trabalho

Lula libera novas opções de saque do FGTS! Confira

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), conhecido como um recurso de segurança financeira para os trabalhadores brasileiros


Foto: ReproduçãoFGTS
FGTS

Esse fundo serve como uma salvaguarda financeira, destinada a ser utilizada em situações críticas como demissões repentinas ou aquisição de uma casa. Entretanto, a concentração das discussões atuais é na possibilidade de conceder aos trabalhadores maior controle sobre os seus fundos do FGTS.

Nessa conjuntura, políticos estão apresentando propostas para alterar a legislação que comanda o fundo. Três ideias, em particular, então propostas no Congresso Nacional e cada uma delas tem o potencial de alterar consideravelmente as regras de saque do FGTS, caso acabem ratificadas.

Quais são as propostas para alterar o saque do FGTS?

O projeto de autoria do deputado Laércio Oliveira (PP-SE), intitulado Projeto de Lei 1.747/22, busca conceder aos trabalhadores o direito de saque do FGTS caso peçam sua própria dispensa. Atualmente, aqueles que optam por essa alternativa não têm acesso ao fundo, o que acarreta uma perda apreciável das vantagens trabalhistas. Este projeto ainda está sob avaliação na Câmara dos Deputados, aguardando aprovação das comissões.

O Saque poderá ser usado para compra de veículos?

Outra proposição, o Projeto de Lei 2.679/22, apresentado pelo deputado Pedro Lucas Fernandes, representa a sugestão de possibilitar o uso do FGTS para a compra de veículos novos ou seminovos. A aspiração é propor uma solução semelhante à existente para a aquisição de imóveis. Este projeto também se encontra em fase de análise, atualmente na Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados, onde estará sob avaliação até possível aprovação.

O FGTS poderá amparar mulheres vítimas de violência doméstica?

No Senado Federal, o Projeto de Lei 807/2023 visa permitir que mulheres vítimas de violência domestica possam sacar o FGTS. A Senadora Jussara Lima (PSD-PI), autora do projeto, defende que essa medida pode ajudar na promoção da independência dessas mulheres, oferecendo apoio financeiro essencial em meio a situações de extrema adversidade enfrentadas por elas.

Apesar destas propostas terem o potencial de mudar significativamente o cenário do FGTS no Brasil, todas ainda estão sob distintas etapas de análise legislativa. Cada uma deve passar por várias votações e aprovações antes de se tornar lei. Portanto, é crucial se manter informado sobre o andamento dessas leis para entender o potencial impacto que elas poderiam ter na vida dos trabalhadores brasileiros.

Com informações do Jornal do Dia e 247

Deixe sua opinião: