Segurança Pública

Jovem grávida é assassinada a tiros um dia antes do aniversário em SC

Ex-namorado, suspeito do crime foi detido em flagrante por feminicídio


Foto: Redes SociaisKarla e Álvaro
Karla e Álvaro

 

nsc - A jovem, de 22 anos, assassinada pelo ex-namorado estava grávida e tinha o sonho de ser cantora. Karla Sonego da Rosa foi morta a tiros nesta segunda-feira (24), em Turvo, no Sul de Santa Catarina. O suspeito, Álvaro Cesar Maciel Clezar, de 32 anos, foi preso em flagrante e, segundo a polícia, outras duas pessoas são investigadas por suposto envolvimento no caso.

Nas redes sociais, Karla aparece em diversos vídeos cantando com as amigas e compartilhando momentos com o filho de três anos. 

Além disso, ela dizia em um perfil nas redes sociais que era uma “cantora em andamento”. Um dos últimos vídeos postados, ela aparece cantando em um bar.

Conforme o delegado Jair Duarte, a jovem estava grávida do suspeito e faria aniversário nesta terça-feira (25). O período da gestação, no entanto, não foi divulgado.

Vítima já tinha sofrido violência doméstica

Ainda segundo o delegado, Karla já tinha sido vítima de violência doméstica em outro relacionamento. O homem, inclusive, teria sido assassinado após tentar matar a jovem.

Em relação ao crime desta terça-feira, o delegado explica que o casal teria se separado há cerca de duas semanas. Nesta segunda-feira, ele foi até a casa dela, trancou o filho da vítima em um quarto, e atirou em Karla, que não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas teriam relatado, ainda, que o homem mandou mensagens para conhecidos contando que matou a ex-namorada. Ele foi preso em flagrante com a arma utilizada no crime. Outras duas pessoas também são investigadas.

— Foi conduzido mais um casal [à delegacia], mas eles não foram presos. Já foi comprovado que eles auxiliaram na fuga, mas será investigada uma possível participação deles no feminicídio — pontua o delegado.

O corpo da jovem foi sepultado ontem, no Cemitério Municipal de Turvo.

Deixe sua opinião: