Cultura

FestLuso apresenta mais de 15 espetáculos de Portugal, Moçambique e Brasil a partir desta segunda (21)

A abertura será, às 20h, no Theatro 4 de Setembro, com show do cantor, poeta e compositor Lirinha, de Pernambuco.


Foto: Reprodução/CCOMFestLuso
FestLuso

O músico, compositor e poeta apresenta, em Teresina, o trabalho “Poesia Eletrônica”, uma performance poético-musical na abertura do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso), evento que começa, nesta segunda-feira (21) e segue até domingo (27). O artista pernambucano fará apresentação depois das 20h.

A concepção do show envolve, além da declamação, elementos como atuação, luz, música e sons, transportando o público para o mundo encantador da oralidade. A apresentação possui uma linha evolutiva dentro dos múltiplos universos da literatura poética. Ele vai apresentar poesias faladas ao vivo com elementos pré-gravados, disparados por meio de um sampler. Lirinha dedica-se nesse solo à criação de imagens por meio de palavras – líricas, filosóficas, irônicas, surreais – muitas das suas melhores energias.

Sempre transitando no universo da literatura, música, poesia e teatro, Lirinha atuou em peças de teatro e cinema e assinou trilhas sonoras para espetáculos e filmes. Nascido em Arcoverde, em Pernambuco, o compositor é um estudioso das letras e vocalista do grupo Cordel do Fogo Encantado.

Foto: Reprodução/CCOMCantor, poeta e compositor Lirinha, de Pernambuco.
Cantor, poeta e compositor Lirinha, de Pernambuco.

Participou como declamador e colaborador na trilha sonora do espetáculo Cão Sem Plumas, de Deborah Colker com direção de Jorge Du Peixe e Berna Ceppas. Fez a direção artística dos espetáculos Alfarrábio Sonoro (com Lirinha, Letícia Sabatella, Anelis Assumpção e Ava Rocha) e João Cabral – 100 anos por Lirinha e Letícia Sabatella. É autor dos livros O Garoto Cósmico e Mercadorias e Futuro. Participou da coletânea virtual Geração 00 organizada por Heloísa Buarque de Holanda. Assina a direção musical de Os Sertões – A Luta I – dirigido por Zé Celso.

Em 2007, Lirinha estreou o solo teatral de sua autoria Mercadorias e Futuro, que seguiu em turnê por todo o Brasil. Com a peça, lançou seu primeiro livro, Mercadorias e Futuro.

Em 2008, lançou seu segundo trabalho em literatura, a adaptação do filme infantil Garoto Cósmico, de Alê Abreu. Já lançou trabalhos solo, “O labirinto e o Desmantelo”, em 2015; em 2011 fez “Lira” e este ano lançou o terceiro álbum que é “Mêike rás fân”.

FestLuso apresenta mais de 15 espetáculos de Portugal, Moçambique e Brasil 

O Festival de Teatro Lusófono traz mais de 15 espetáculos para Teresina e faz uma homenagem ao teatro português com cinco produções lusitanas. Além de grupos de Portugal, o FestLuso terá apresentações de Moçambique e do Brasil, dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí e de Pernambuco.

As apresentações serão no Theatro 4 de Setembro, Sesc Cajuína, no Memorial Esperança Garcia, Parque da Cidadania e Clube dos Diários. Este ano, a conexão será também com Parnaíba levando espetáculo de Portugal para o Museu do Mar.

Uma das atrações será a premiada peça paulista “Macacos”, interpretada por Clayton Nascimento (Cia do Sal), que ganhou os prêmios Shell de melhor ator e Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), reconhecida como a mais tradicional na área da cultura no Brasil.

O festival faz uma homenagem ao mestre bonequeiro Afonso Miguel e por isso terá três peças no Parque da Cidadania para todos os públicos. Haverá também oficinas no Clube dos Diários com o ator Pascoal da Conceição, de São Paulo, e no Memorial Esperança Garcia, com a atriz Marian da Penha, do Rio de Janeiro. A organização do evento levará espetáculos de bonecos para nove escolas públicas municipais de Teresina.

O curador do FestLuso, Francisco Pellé, destaca que o festival visa a promover a integração cultural e teatral entre os países de língua portuguesa, criando uma rede de conexão e troca de experiências entre artistas, produtores e estudiosos teatrais. Temas como imigração, racismo e diversidade de gênero estão nas pautas a serem apresentadas ao público.

“Resolvemos trazer espetáculos que estão discutindo temas urgentes e necessários como a diversidade sexual, o racismo, os movimentos migratórios, debates que estão na pauta da cidade, do país e do mundo”, disse Pellé.

A entrada é gratuita para as apresentações, mas será exigido um quilo de alimento não perecível, que será doado para o programa Mesa Brasil, do Sesc. Para os espetáculos teatrais, ingressos gratuitos antecipados pela plataforma Sympla e até meia hora antes de cada espetáculos no local de cada apresentação.

O 13º FestLuso Teresina 2023 tem realização do Grupo Harém de Teatro. O evento tem o patrocínio do Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e da Equatorial Piauí, por meio do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (Siec). Apoio: Serviço Social do Comércio (Sesc). Produção: Navilouca Produções.

Programação oficial 13º Festluso – 21 a 27 de agosto – Teresina-PI

Segunda-feira (21)

THEATRO 4 DE SETEMBRO

19h30 – Abertural Oficial – autoridades presentes
20h – POÉTICO MUSICAL POESIA ELETRÔNICA – José Paes Lira – Pernambuco – 60 min

Terça-feira (22)

CLUB DOS DIÁRIOS

14h30 às 17h30 – Oficina Antropofágica de Teatro “EMBORA  SEJA LOUCURA TEM SEU MÉTODO”. Ministrante: Pascoal da Conceição – São Paulo

MEMORIAL ESPERANÇA GARCIA
18h30 – LEVANDO A VIDA NO CABELO – Mariah da Penha – Rio de Janeiro. 50 min / Livre

ESPAÇO CULTURAL CASA DE SORAYA
20h30 – CABARÉ DA COXA BRASIL, com a participação de artistas lusófonos do FestLuso e convidados (as).

Quarta-feira (23)

CLUB DOS DIÁRIOS

14h30 às 17h30 – Oficina Antropofágica de Teatro “EMBORA  SEJA LOUCURA TEM SEU MÉTODO”. Ministrante: Pascoal da Conceição – São Paulo

MEMORIAL ESPERANÇA GARCIA
15h às 17h30 – Oficina O TEATRO E SUA POSSIBILIDADE. Ministrante: Mariah da Penha – RJ

SESC CAJUÍNA – SALA BLACK BOX
19h – Espetáculo “VIAGEM INFINITA” – A PARTIR DE “OS LUZÍADAS” DE CAMÕES | Versão Itinerância – Musgo Portugal – 50 min / 12 anos

THEATRO 4 DE SETEMBRO
20h30 – À MESA (LAST SUPPER), de Nelson Monforte Studio Theatre – Portugal. 70 min / 14 anos

Quinta-feira (24)

CLUB DOS DIÁRIOS

14h30 às 17h30 – Oficina Antropofágica de Teatro “EMBORA  SEJA LOUCURA, TEM SEU MÉTODO”. Ministrante: Pascoal da Conceição – São Paulo

SESC CAJUÍNA – SALA BLACK BOX
19h – SABBATH DA BRIXA – Samuel Alvís/Dqtf – Teresina – PI / 45 min. 16 anos

THEATRO 4 DE SETEMBRO
20h30 – TRANSGRESSÕES, de Roald Hoffmann – Teatro Extremo – Portugal. 60 min / 12 anos

Sexta-feira (25)

CLUB DOS DIÁRIOS

14h30 às 17h30 – Oficina Antropofágica de Teatro “EMBORA  SEJA LOUCURA, TEM SEU MÉTODO”. Ministrante: Pascoal da Conceição – São Paulo

PARQUE DA CIDADANIA
17h30 – O CASAMENTO DE ZÉ PRETIM – Cia. Mamularte – Teresina – PI / Brasil.
40 min. Todas as idades

SESC CAJUÍNA – SALA BLACK BOX
19h – Espetáculo “O ROUBO E OS GÊNIOS” – Companhia de Teatro Hopangalatana, Moçambique – África – 45 min

THEATRO 4 DE SETEMBRO
20h30 – DAMAS DA NOITE, UMA FARSA DE ELMANO SANCHO – Loup Solitaire, Lisboa / Portugal. 1h / 16 anos

Sábado (26)

SESC CAJUÍNA – SALA BLACK BOX

17h – “SAARACI, O ÚLTIMO GAFANHOTO DO DESERTO” –  Saaraci Coletivo Teatral – Cabo Verde / Brasil / Portugal.  50 min / Livre

PARQUE DA CIDADANIA
17h30 – AS AVENTURAS DE CASSIMIRO COCO – Companhia Calunga de Teatro de Bonecos – Teresina – PI / Brasil 50 min / a partir de 5 anos

THEATRO 4 DE SETEMBRO
20h30 – CAFÉ COM QUEIJO – LUME Teatro – São Paulo – SP / 80 min / 12 anos

ESPAÇO CULTURAL CASA DE SORAYA

22h – FESTA DA LUSOFONIA
– Lançamento EP Concórdia – Thalys Cardeal
– Show e homenagens
– Encerramento da Oficina  Antropofágica “Embora Seja Loucura Tem Seu Método”,
– Poesia

Domingo (27)

PARQUE DA CIDADANIA

17h30 – A FLOR DO MAMULENGO – Mamulengo Água de Cacimba. Olinda – PE. 50 min / Livre

SESC CAJUÍNA – TEATRO
19h – MACACOS – Clayton Nascimento ( Cia do Sal ) – São Paulo. 3h / 14 anos

MÓDULO CIRCULANTE

Segunda-feira (21) a sábado (26)

ESCOLAS MUNICIPAIS DE TERESINA

Espetáculos:

A CRUZ DE RUFINO. Saaraci Coletivo Teatral – Cabo Verde / Brasil / Portugal.
A FLOR DO MAMULENGO. Mamulengo Água de Cacimba. Olinda – PE

Sábado (26)

PARNAÍBA – PI – TEATRO BENJAMIM SANTOS – MUSEU DO MAR
20h – TRANSGRESSÕES, de Roald Hoffmann – Teatro Extremo – Portugal. 60 min / 12 anos

Com informações da CCOM 

Deixe sua opinião: