VÍDEO: Eduardo "bananinha" Bolsonaro debocha da gasolina no governo Dilma

Em vídeo resgatado por internautas, filho do presidente e a influenciadora Karol Eller enchem o tanque nos EUA e fazem piadas

Foto: twitterKarol Eller e Eduardo Bolsonaro
Karol Eller e Eduardo Bolsonaro

Vídeo gravado em 2016, em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) debocha do preço da gasolina durante o governo Dilma Rousseff (PT), voltou a viralizar nesta semana nas redes. Nele, o filho do presidente aparece ao lado da influenciadora Karol Eller, prima da cantora Cássia Eller, que abastece seu carro em um posto nos Estados Unidos.

Ela coloca meio tanque de gasolina no carro e afirma que o galão estava custando U$2,17 e o litro do combustível, U$0,57. “12 dólares e 96 centavos e botei meio tanque de gasolina. Obrigada, Dilma”, debocha a influenciadora.

"Donos do petróleo e autossificientes"

Eduardo então diz: “nós somos os donos do petróleo e autossuficientes. Agora você está pagando o preço da (operação) Lava-Jato, da corrupção”. Na época, o litro da gasolina custava R$2,50 no Brasil.

Hoje, o preço médio do combustível é de R$7,59.

“Antigamente, quando subia o preço da gasolina, eles falavam que era mercado internacional, só que antes o preço do barril do petróleo estava em 150 dólares. Agora que está 20, 30 dólares, eles não abaixam o preço da gasolina. Sabe por quê? Se fizerem isso, a Petrobras quebra”, finaliza.