Um dia antes de se casar, médico morre eletrocutado em sessão de fotos

Denis Ricardo Faria Gurgel e a noiva tiravam fotos em uma represa, no município de Cariri do Tocantins, sul do estado

Foto: G1Denis Ricardo
Denis Ricardo

 

G1 - O médico Denis Ricardo Faria Gurgel, de 31 anos, morreu nesta quinta-feira (29) após sofrer uma descarga elétrica, na zona rural de Cariri do Tocantins, sul do estado. Os Bombeiros informaram que ele e a noiva faziam uma sessão de fotos às margens de uma represa, quando o acidente aconteceu. Eles se preparam para se casar, em uma cerimônia marcada para esta sexta-feira, em Gurupi.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e encontrou Denis caído ao chão, já sem vida. A noiva relatou que ela e o noivo faziam uma sessão de fotos, com um fotógrafo profissional. Em um determinado momento, eles estavam com varas de pesca e, ao arremessar, um dos anzóis ficou preso em um fio de energia.

Ainda segundo os relatos, o médico se prontificou a retirar o anzol e colocou as duas mãos no fio, momento em que levou um choque.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e constatou a morte da vítima. Conforme os bombeiros, o fio de energia que provocou o choque estava sem camada de proteção em alguns pontos.

A Prefeitura de Gurupi emitiu nota de pesar. Informou que Denis era servidor da Secretaria Municipal de Saúde, onde trabalhava prestando serviços no Centro de Triagem de Covid. "Prestativo e sempre educado, Denis era muito querido pelos colegas de profissão e também pelos pacientes. Sua morte prematura deixa todos consternados e de luto, por esta grande perda", disse.

O médico também atuava nos plantões da Prefeitura de Lagoa da Confusão, que lamentou o caso. "A prefeitura manifesta sua solidariedade aos familiares e amigos. Que Deu conforte o coração de todos nesse momento", afirmou em nota.

Nas redes sociais, várias pessoas publicaram mensagens de pesar pela morte do profissional. Uma empresa de decoração havia postado um vídeo que mostrava os preparativos para o casamento.