UFPI escolhe novo Reitor(a) em agosto

A escolha ocorrerá por meio de votação eletrônica.

Foto: ClickPBUniversidade Federal do Piauí- UFPI
Universidade Federal do Piauí- UFPI

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), iniciou o processo eleitoral para a escolha do Reitor(a) e Vice-Reitor(a) da Instituição para quadriênio 2020-2024.

O mandato da atual gestão do Reitor, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, termina em 18 de novembro de 2020 e a lista tríplice deve ser enviada ao Ministério da Educação (MEC) até o dia 18 de setembro, para apreciação e escolha do Presidente da República. Por conta da pandemia, houve a necessidade de suspender as atividades presenciais, mantendo apenas as essenciais, o que inviabilizou a realização do processo eleitoral antes.

Para a escolha do novo Reitor ou Reitora, o processo seguiu o rito de aprovação pelo Conselho Universitário (CONSUN), da realização da consulta à comunidade acadêmica, definição da comissão eleitoral e demais regras do processo. Após essa fase, foram feitas as inscrições dos candidatos que disputam as vagas na lista tríplice que será enviada ao MEC.

A escolha ocorrerá no dia 12 de agosto de 2020, por meio de votação eletrônica (online), utilizando o Sistema Integrado de Gestão de Eleições – SIGEleição.

Confira a lista dos candidatos para Reitor(a)/Vice-Reitor(a) da UFPI:

- Prof. Dr. André Macêdo (Computação – CCN) / Prof. Dr. Carlos Sait (Geografia – CCHL)

- Profa. Dra. Nadir Nogueira (Nutrição – CCS) / Prof. Dr. Marcos Lira (Eng. Elétrica – CT)

- Prof. Dr. Gildásio Guedes (Matemática – CEAD) / Prof. Dr. Viriato Campelo (Medicina – CCS)

- Profa. Dra. Sandra Lima (Pedagogia – CCE) / Prof. Dr. Bruno Dinis (Veterinária – CCA)

- Prof. Dr. Marcos Sabry (Medicina – CCS) / Prof. Dr. Airton Carneiro de Freitas (Eng. Elétrica – CT).

Reitor destaca ações desenvolvidas na UFPI

O Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes destacou os trabalhos nesse período de pandemia que contribuíram para o enfrentamento da doença em todo o estado, além de outras ações desenvolvidas durante o mandato em coletiva de imprensa sobre a sucessão para a Reitoria.

"Iniciamos nossa gestão em 2012 e fomos reeleitos em 2016 para um novo mandato. Nós fizemos muito em nossa universidade, digo nós, porque não sou somente eu, é a administração superior e a comunidade acadêmica como um todo. Na nossa gestão, sempre dissemos que a UFPI não é administrada apenas pelo reitor e pelos gestores, mas, pela comunidade como um todo. Criamos a Reitoria Itinerante, ouvimos a comunidade antes de tomarmos qualquer decisão. Tenho um canal aberto de comunicação com todos os segmentos da universidade, sempre procurando ouvir muito a comunidade antes de tomar qualquer decisão. Um diálogo aberto sempre. Apesar de termos feito muito, de termos, por exemplo, ampliado a pós-graduação saindo de 9 para mais de 20 doutorados, aumentamos em mais 30% a área construída, criado dois cursos de medicina, além de vivenciarmos a criação de uma nova universidade,de tanto que o campus de Parnaíba cresceu, acho que a principal marca que vamos deixar é o modelo de gestão: uma gestão democrática, colaborativa, em que toda a comunidade tem acesso a administração superior sem nenhuma barreira e que as decisões da gestão são tomadas sempre visando o melhor pra universidade, sem tratar de interesse pessoais ou corporativos”, destacou.

Arimatéia falou ainda sobre os principais desafios para a nova gestão, e destacou que deverá ser a questão orçamentária com a crescente redução de recursos e a reposição de pessoal docente e técnico.

Veja a coletiva na íntegra: