Retrospectiva: o Piauí é filho de vaqueiros. Foi este trabalhador quem fundou a sociedade piauiense

Acompanhe a íntegra de entrevista com o historiador Manuel Domingos Neto

Foto: Montagem pensarpiauíVaqueiros
Vaqueiros

O piauiense tem carinho especial pela figura do vaqueiro. Sabe que ele se veste com perneira, gibão e chapéu e enfrenta a mata com ousada valentia.

O homem, o cavalo e o boi compõem um quadro característico dessas quebradas sertanejas que, em muitas situações, saem da materialidade do fato nos interiores do Piauí e/ou das páginas de reportagens e teses acadêmicas e passam a ilustrar camisas, paredes e mesas através de imagens que registram a cena.

Em agosto é comemorado o Dia Nacional do Vaqueiro e o pensarpiauímarcou a data com uma entrevista com Manuel Domingos Neto acontecida em  31/08/2021. Ele é um cearense radicado há muitos anos no Piauí e morador da litorânea cidade de Parnaíba.

Doutor em História pela Universidade de Paris, Manuel Domingos conversa sobre a época áurea da pecuária do Piauí e a importância do vaqueiro na fundação da sociedade piauiense.